comprovante_de_rendimentos_eSocial comprovante_de_rendimentos_eSocial

Comprovante de Rendimentos no eSocial

3 minutos para ler

Os empregadores que fizeram retenção de Imposto de Renda na Fonte (IRRF) do seu empregado doméstico no ano de 2020, devem emitir o Comprovante de Rendimentos (Informe de Rendimentos), imprimir o documento, assinar e entregar uma cópia para o empregado doméstico.

Como emitir o Comprovante de Rendimentos:

A geração do Comprovante de Rendimentos é feita automaticamente pelo eSocial.

Caso precise de ajuda para usar o E-Social, clique aqui e descubra como pode ser fácil fazer o cadastro e começar a usar.

No eSocial acesse o menu Empregados > Informe de Rendimentos.

nolar_informe_rendimentos_2019

Os empregados domésticos usarão o Comprovante de Rendimentos para preenchimento da Declaração de Ajuste do Imposto de Renda quando estiverem obrigados a fazer a declaração ou quando tiverem direito à restituição do imposto.

O NOLAR está integrado ao eSocial. Você cria sua conta, gera cálculos, recibos e a sua Guia DAE do eSocial já vem com os descontos calculados.

CRIE SUA CONTA GRATUITA NO NOLAR

Informe a DIRF – Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte:

Além de emitir o Comprovante de Rendimentos, o empregador deverá informar a DIRF – Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte, por meio do programa disponibilizado na página da Receita Federal: Dirf – Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte.

A apresentação da DIRF 2021 é obrigatória para:

  • O empregador doméstico que reteve Imposto de Renda na Fonte (IRRF) em pelo menos um pagamento feito ao seu trabalhador no ano-base de 2020 (Pagamento de Salário, Férias, 13º Salário ou Rescisão);
  • O IRRF só é descontado quando a empregada doméstica recebe a partir de R$ 1.903,99 em algum desses pagamentos.

Prazo para entrega da DIRF 2021:

O empregador deve apresentar a DIRF à Receita Federal até às 23h59min do dia 26 de fevereiro de 2021.

O que pode ocorrer com quem não declarar a DIRF?

Os empregadores que não entregarem a DIRF no prazo, ou enviarem com alguma informação errada, podem sofrer:

  • Multa de no mínimo de R$ 200,00 pelo atraso.
  • Cair na malha fina da Receita Federal em caso de envio de informações erradas.

Evite problemas e riscos, fique em dia!

Ainda não tem uma conta no NOLAR? Clique aqui e crie sua conta.

Sua opinião é sempre muito importante!

Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com seus amigos que podem precisar dessa informação.

Ficou com alguma dúvida sobre o Comprovante de Rendimentos e a DIRF? Escreva abaixo nos comentário e nossa equipe responderá todas as dúvidas.

Posts relacionados

11 comentários sobre “Comprovante de Rendimentos no eSocial

  1. Observei que o valor do 13º salário que consta no Comprovante de Rendimentos que imprimi é superior ao salário mensal da minha empregada. Qual a explicação? Eu paguei a ela a título de 13º salário valor igual ao salário mensal. Paguei a menor?

  2. Só houve retenção de IR quando foi pago 1/3 das férias. Ainda assim é preciso emitir uma declaração de rendimento para a doméstica?

  3. Bom dia! na matéria acima vocês informam que “Prazo para entrega da DIRF 2020: O empregador deve apresentar a DIRF à Receita Federal até às 23h59min do dia 28 de fevereiro.” Entretanto, o prazo para entrega não será nos meses de março de abril/2020?

  4. Bom dia,

    Sou cliente Nolar e gosto bastante do serviço que vocês prestam.
    Tenho duas perguntas sobre o preenchimento da DIRF:

    1. Minha empregada saiu de férias em 5/agosto. Em agosto depositei tanto o salário de julho quanto o valor total das férias. No mês de setembro depositei somente 3 dias trabalhados em agosto.
    Nesse caso devo informar o dobro na coluna dependentes no mês de agosto e zero no mês de setembro?

    2. É obrigatório informar o CPF dos dependentes e colocar os valores na coluna dependentes, mesmo que a empregada não receba salário família por estar acima da faixa superior?

    Obrigado e continuem com o excelente trabalho.

    Riccardo

    1. Olá Riccardo,

      1) em conformidade com o esocial, no caso de férias, os recolhimentos foram apurados considerando o regime de competência e nesse caso deve-se informar na competência de julho/2019 somente o salário mensal e na competência de agosto/2019 informe o saldo do salário e as férias gozadas no mês. Caso tenha havido gozo de férias em setembro/2019 deve-se informar da mesma forma que em agosto/2019.

      2) sim, pois na apuração do IR na fonte os dependentes são considerados na apuração do valor do imposto retido.

Deixe um comentário