4 principais dúvidas sobre INSS de Empregada Doméstica

inss-2016

 

INSS é a sigla de Instituto Nacional do Seguro Social, é um órgão do Ministério da Previdência Social, ligado diretamente ao Governo. O INSS foi criado em 1988, e tem diversas funções, em especial as contribuições de aposentadoria dos cidadãos.

O INSS é o órgão responsável por receber as contribuições dos indivíduos, e tem como função fazer os pagamentos de aposentadorias, auxílio-doença, pensão por morte, auxílio-acidente, e outros vários benefícios previsto por lei.

A previdência social é um seguro que as pessoas contribuem durante o período trabalhado, e é o INSS que repassa a renda a pessoas que não tem outras fontes de renda no momento, independente do motivo.

Os funcionários tem o valor do INSS descontados diretamente na sua remuneração, e os valores a serem descontados vão depender do salário de cada um, e podem variar de 8% a 11%, quanto maior o salário, maior é o desconto.

Nesta matéria separamos as 4 principais dúvidas sobre INSS da Empregada Doméstica:

  • Como cadastrar a empregada?
  • Como e quando devo pagar?
  • Como pagar INSS em atraso?
  • Qual percentual é utilizado para calcular o INSS?

Como cadastrar a empregada para contribuir?

O empregador deve cadastrar a empregada doméstica no eSocial.

Em alguns casos a empregada doméstica não tem o CPF ou o NIS e estes dados são obrigatórios para o cadastro no eSocial.

Caso sua empregada ainda não tenha um número de CPF ou o número do NIS, deve realizar os seguintes procedimentos:

– Para cadastramento do CPF deverá procurar uma das agências do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou dos Correios e realizar sua inscrição. Há ainda a opção de inscrição via internet, no endereço:

https://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/ssl/ATCTA/CPF/InscricaoPublica/inscricao.asp

– Para cadastramento do NIS deverá acessar o endereço:

Acesse: http://cnis.inss.gov.br/cnisinternet e clique em INCRIÇÃO/FILIADO.

ou ligar na Central Telefônica: 135

Como e quando devo pagar?

A partir da competência 10/2015, o INSS deixou de ser responsável pelo recolhimento das contribuições de empregada doméstica.

Em 01/10/2015, quando passou a valer o SIMPLES DOMÉSTICO, o recolhimento foi centralizado em uma Guia unificada (Guia DAE – Documento de Arrecadação do eSocial).

Os empregadores devem se cadastrar no site do eSocial, depois basta inserir seus dados de acesso no NOLAR e gerar seus recibos e Guias para pagamento.

O vencimento da Guia única (DAE) é sempre até o dia 07 de cada mês, quando não for dia útil, deve ser antecipado.

INSS da empregada domestica

Como pagar atrasados?

Para pagamento de INSS em atraso até 01/10/2015, as guias GPS devem ser geradas no site da Previdência Social.

Guia GPS em atraso

Selecione a categoria DOMÉSTICA, tenha em mãos o NIT/PIS, o valor da base de cálculo e informe a competência desejada.

A partir de 01/10/2015, para calcular os juros do INSS em atraso, o empregador deverá efetuar o processo pelo eSocial, com a geração da Guia DAE – Documento de Arrecadação do eSocial, que unificou os tributos e contém os valores de INSS.

Qual percentual é utilizado para calcular?

Em Janeiro de 2018 foi publicada a nova tabela de aliquotas do INSS para empregadas domésticas.

 

Tabela 2018:

Valor do salário ou Contribuição (R$) – Até 1.693,72

  • Alíquota do INSS do Empregador Doméstico8%
  • Alíquota do INSS a ser descontada da Empregada Doméstica8%
  • Recolhimento Total – 16%

Valor do salário ou Contribuição (R$) – De 1.693,73 até 2.822,90

  • Alíquota do INSS do Empregador Doméstico8%
  • Alíquota do INSS a ser descontada da Empregada Doméstica9%
  • Recolhimento Total – 17%

Valor do salário ou Contribuição (R$) – De 2.822,91 até 5.645,80

  • Alíquota do INSS do Empregador Doméstico8%
  • Alíquota do INSS a ser descontada da Empregada Doméstica – 11%
  • Recolhimento Total – 19%

Confira o histórico de atualizações das tabelas nos anos anteriores.

Ficou com alguma dúvida sobre o INSS da Empregada Doméstica? Deixe seu cometário abaixo e responderemos todas as dúvidas.

Gostou da matéria? Compartilhe com seus amigos que podem precisar dessa informação, basta clicar nos botões abaixo.

  • Boa tarde, Rogério.
    A minha funcionaria está conosco a 28 anos e meio e ficaram alguns meses em aberto bem antes do esocial e meses pulados. Esses meses sem recolhimento irão interferir no tempo de aposentadoria. Se pagar esses meses em atraso e possível regularizar a situação.

    • Olá Marta,

      Sim, os recolhimentos deverão ser efetuados, pois trata-se de uma obrigação do empregador.

      Entre em contato com a Previdência Social (tel. 135) e solicite informações de como obter um extrato de informações previdenciárias do contribuinte, para verificar as contribuições em aberto e como quita-las. Tenha em mãos o NIT/PIS do contribuinte.

  • Bom dia Rogério.

    Uma dúvida… Quando a Domestica se aposenta por tempo de contribuição, quais os procedimentos no e-social? O Atendente do INSS nos orientou que caso não quiséssemos mais recolher, não precisaria…. Mas acredito não ser essa a orientação correta.

    • Olá Adriana,

      Caso haja a continuação da relação trabalhista, nada será alterado, sendo mantidas todas os deveres e obrigações de ambas as partes.

      A diferença básica será o fato do empregado não poder mais gozar de outros benefícios concedidos pelo INSS, devido ao gozo do recebimento da aposentadoria.

  • Estou em débito com o inss da empregada doméstica. Ela trabalhou 16/3/15 até 24/11/16. Paguei somente o mês 10/15 no esocial. Como faço para pagar esses atrasos ???

  • Paguei de outubro a maio de 2016 o INSS via o site da previdência, como devo proceder?

    • Olá Elisaberg,

      O correto seria o pagamento pela guia DAE do eSocial.

      Neste caso, ligue para a Central de Atendimento do INSS pelo telefone 135.
      O serviço está disponível de segunda a sábado, das 7h às 22h (horário de Brasília).

  • boa tarde!

    tenho um empregado domestico, e estava sem fazer os devidos recolhimentos dele, entrou em maio/2016, como faço pra recolher todos os encargos, ainda nao tenho cadastro no esocial, fora juros e multa por cada guia pago mais alguma coisa? estou aflita, me socorra, rsrsrs…

  • Bom dia Rogerio. Estou com o seguinte problema: minha domestica esta comigo ha 3 anos. Mas por motivo de erro no cadastro dela junto ao INSS nao paguei o INSS dela. nenhum mes. Agora ela deu entrada no auxilio doenca e nao conseguiu, pois existe uma carencai de 12 contribuicoes. Posso quitar estes 12 ultimas contribuições para ela ter direito ao beneficiio do auxilio coitada? O iNSS aceita o pagamento retroativo para estes casos? Grato.

    • Olá Batista,

      Na realidade a pendência é referente a todo o período, sendo até out/2015 era direto com a previdencia e depois nas guias DAE do eSocial.

      Para certar os últimos 12 meses, todas as folhas devem ser fechadas no eSocial e as guias geradas.

      Para mais detalhes, crie uma conta no NOLAR e envie as dúvidas para nosso suporte.

  • nolar.

    como faça para saber as pendencias do DAE da minha empregado e como faço para regularizar. e se existe como parcelar.

  • Gostaria de saber se posso efetuar o pagamento do FGTS da empregada doméstica em guia separada. preciso fazer uma rescisão e não tenho como quitar todos os débitos, portanto, gostaria de pagar somente o fgts, para que ela possa sacar, é possível?

    • Olá Valentina,

      Sim, no registro do desligamento do empregado no esocial serão emitidas a DAE rescisória (FGTS mensal e compensatório) e na
      DAE mensal serão os demais encargos.

  • Boa tarde,

    Tenho uma empregada (A) com INSS atrasado. Já consegui emitir algumas guias para pagar somente o INSS referente a essa pessoa. Tive que zerar sempre os valores da outra empregada (B) para poder emitir uma guia somente com os valores da (A).
    Meu problema agora é que no mês de junho a folha de pagamentos consta a rescisão de (B) e não consigo excluir o valor do desligamento dela para poder emitir uma guia somente de (A). Como devo fazer?

  • Boa tarde,

    Primeiro parabéns pelo site! Excelente guia!

    Eu pago 880,00 para minha empregada só que por acordo eu não cobro a parcela referente a contraparte do INSS (dá uns R$70,00). Só que eu não consigo remover o desconto no eSocial (eSocial5180).

    Como eu faço para registrar que sou eu quem pago integralmente o INSS?

    Muito obrigado.

    • Olá Luciano,

      Infelizmente o esocial não possui tal opção, mas não há nenhuma alteração na emissão da DAE mensal, somente nos recibos de pagamento mensal.

  • Boa tarde, estou em divida com o e-social de 4 meses e quero mandar a minha doméstica embora. Como devo proceder? Quando der baixa no esocial ele já me gera as guias em atraso?

    • Olá Fernanda,

      Não, a DAE em atraso deverá ser emitida diretamente no esocial.

      Acesse o esocial, clique na competência desejada e em EMITIR GUIA.

  • não quero descontar o INSS da domestica..mas no e-social não tem esta opção! Como fazer?

    • Olá Valeria,

      Nesse caso não haverá alterações na DAE mensal, somente na utilização dos recibos de pagamento emitidos pelo esocial, ao qual não há tal opção. Utilize os recibos de pagamento emitidos pelo NOLAR.

  • Bom dia. Minha empregada foi ao INSS para saber se ela podia continuar contribuindo no carne também uma vez que ela trabalha somente 3 vezes por semana para mim. Ao verificarem o CNIS , não está constando os recolhimentos do e-social e informaram a minha empregada que provavelmente eu não estava recolhendo. Isso aconteceu com a empregada da inha irmã também que foi requerer a aposentadoria por tempo de serviço, e informaram a ela que desde de setembro de 2015 não há recolhimento. O que está acontecendo? o INSS não tem essas informaçoes nos seus registros?

    • Olá Lucia,

      Segundo a Receita Federal até o momento os sistemas dos referidos órgãos e a CEF ainda não estão devidamente integrados.
      Entre em contato com o INSS pelo telefone 135 para agendar atendimento para comprovação dos recolhimentos.

  • MARIA CICERA RODRIGUES LUCAS /

    Eu Maria Cicera Rodrigues Lucas Estou com o maior problema que tive na minha vida , trabalhei por mais de 30 anos em Setor do R.H. , e hoje me deparo com um erro de digitação, na Admissão de uma Funcionária Doméstica , que entrou coincidentemente entrou no dia 01.10.2015 e por falta de atenção ou tensão demais no inicio do Esocial que digitei a data de ADMISSÃO 01.05.2015 e agora o ESOCIAL, não me facilita a remoção da data , programa estranho esse ESOCIAL. me ajudem que souber ou tiver uma solução.

    • Olá Maria,

      Nesse caso a única opção será excluir o cadastro atual e recadastrar o empregado com a data de admissão correta, regerando todas as folhas de pagamento mês a mês até a atualização do cadastro.

  • Boa noite, Rogério

    Tenho uma empregada desde set/2012, 3x na semana perfazendo 24 horas semanais, nunca assinei a carteira… Sempre paguei salário parcial equivalente ao mínimo. Nunca descontei nada. Até mesmo a pedido, pq ela recebia o bolsa família. E ela sempre contribuiu com o INSS como autônoma. Agora quero regularizar a situação. Como faço? Qto ao INSS, tem a minha parte e a dela, o que fazer, visto que nunca contribui, mas tb, nunca descontei? Já fiz os cálculos no site da receita, e o total atualizado pra mim seria de R$ 3.310,34 e pra ela de R$ 2.206,97. No caso do FGTS e demais impostos, sei que o cálculo deverá considerar o mês 10/2016 como ponto de partida, mas não sei os índices de correção. Como proceder? Posso assinar a carteira com data retroativa?

  • Boa tarde,
    Gostaria de saber sobre recolhimentos ao INSS referentes a empregada doméstica que não foram recolhidos na época devida. O fato ocorreu há mais de 15 anos. Como proceder
    Obrigado e abraço

    • Olá Roberto,

      Sugiro que entre em contato com a Previdência Social (tel. 135) e verifique como obter um extrato de informações previdenciárias do contribuinte, para verificar as contribuições em aberto e como quita-las. Tenha em mãos o NIT/PIS do contribuinte.

  • Adriana Oliveira /

    Ok Rogério Blatt muito obrigado.

  • Rogério,estamos com a intenção de colocar uma pessoa para trabalhar na casa de minha mãe como empragada doméstica e podemos pagar no máximo R$ 1.200,00/mês.A dúvida é se este salário está condizente com a função??
    Ela tem que trabalhar 44 horas semanais,é o correto,com descanso de 01 hora no almôco??Obrigado.

  • Adriana Oliveira /

    Boa tarde tudo bem. Gostaria de saber se é válido o desconto de 6% referente às passagens e se de fato for,esse desconto de 6% é encima do salário ou do valor das passagens? Desde já agradeço.

    • Olá Adriana,

      Sim, deve-se descontar 6% sobre o salario base ou o valor integral quando o vale transporte não ultrapassar o valor dos 6%.

  • Marcia Ligia Lopes de Macedo /

    Queria saber como posso verificarse o INSS esta sendo recolhidopois o FGTS consegui puxar extrato e me certifiquei do mesmo.Quanto O INSS que foi pago na mesma Guia DAE não encontrei o recolhimento no INSS como fazer? Sou assinante e muito satisfeita com o Nolar inclusive recomendo sempre para alguma pessoa.

    • Olá Marcia,

      O eSocial esta finalizando a integração entre os sistemas da CAIXA, Previdência Social e Receita Federal, para que seja possível um controle unificado.

      Por enquanto recomendamos que guarde todos os comprovantes de pagamento do eSocial (guia DAE).

      Central de Atendimento do INSS – telefone 135.

  • PRISCILA DIANA LEITE ALVES DE OLIVE /

    Bom dia! Dúvida: Qual órgão tem o controle dos pagamentos dos recolhimentos do INSS? A CEF ou o INSS?
    Pergunto por que um funcionário disse que pagou todos os meses o INSS da sua empregada e ela disse que foi até a CEF e disseram pra ela que não estava sendo pago (o INSS). Achei estranho a CEF dar esse tipo de informação. Eles tem somente o controle de quem faz o pagamento do FGTS correto?
    Obrigada!

  • Paula Christiane Romero Alexandre /

    Boa noite,

    Desde que iniciei o recolhimento do INSS através do site do esocial acabei deixando de pagar desde janeiro de 2016 quando a minha empregada entrou em férias. Sei qua a multa é alta e gostaria de regularizar.
    Necessito confirmar os meses que estão em atraso, então após agendamento que fiz, ela cadastrou uma senha com a qual entrei no site http://www.previdencia.gov.br/servicos-ao-cidadao/todos-os-servicos/cnis/ mas obtive o extrato até o momento em que recolhi pela GPS em agosto de 2015.
    O extrato a partir da data que comecei a pagar pelo esocial não fica no sistema da previdencia. Liguei no 135 e me informaram que desta data para frente devo ir no site do esocial ou ligar na receita federal.
    Não consegui obter essa informação. Poderiam me ajudar?

    • Olá Paula,

      Infelizmente os sistemas (eSocial, CAIXA, Previdencia Social, Receita Federal) ainda não estão integrados, por isso é importante guardar os comprovantes de pagamento do eSocial (Guia DAE).

      O eSocial informa que em breve estará integrado.

      Para mais informações, entrar em contato com a Receita Federal.

  • Rogério Blatt, boa tarde!
    Não tenho empregada no momento, mas, achei muito bons os seus comentários e esclarecimentos.
    Parabéns pelo site!

  • Olá.
    Em 10 anos, nunca descontei de minha empregada o INSS, como sei que era a prática de muitos antes do e-social. Muitos costumavam pagar o INSS e o salário integral.
    Agora no e-social o INSS já é descontado automaticamente. Ao mesmo tempo os advogados são bem claros dizendo que não se pode começar a descontar depois de não tê-lo descontado por vários anos.
    Ou seja: a justiça não me deixa descontar mas o e-social me obriga a descontar.
    O que eu faço??

    • Olá Glauco,

      Os descontos poderão ser efetuados, mas o salário deverá ser reajustado ao ponto em que quando aplicadas as deduções o valor do salário líquido seja igual ao valor pago atualmente.

    • Mas isso aumentaria os encargos, as férias, o 13o. pois o salário bruto seria maior. Dessa forma parece que, além de arcar com os novos encargos, ainda sou obrigado por lei a aumentar o salário dela. Viva nossos legisladores!!

  • Boa noite Rogério. Minha mãe faleceu e resolvi assumir o pagamento do esocial de sua empregada doméstica. Ao acrescentar mais uma empregada no meu esocial, verifiquei que a guia para pagamento não discrimina as empregadas. Existe alguma forma de discriminá-las, ou de emitir guias separadas por empregada, para que elas possam comprovar os recolhimentos para efeito de aposentadoria? Grata.

    • Olá Beth,

      Para separar será necess;ário criar outra conta no eSocial, utilizando outro cpf.

      Mantendo na mesma conta, mesmo cpf, ele emite uma guia única para todos os empregados.

  • Boa noite, minha empregada está afastada por licença saúde desde set/2015. Realizei o cadastro no E-social e informei o início do afastamento. Mas não Consigo visualizar no sistema o afastamento. Quando consulto apenas aparece a data do afastamento. Como posso ter certeza de que o registro foi efetivo? É necessário preencher mensalmente a folha com valores zerados?.

    • Olá Zelionara,

      Para visualizar o registro do afastamento deve-se acessar o eSocial, aba trabalhador > gestão de trabalhadores > visualizar movimentação.

      Sim, a DAE-eSocial mensal deve ser emitida com valores zerados, sem valor a recolher.

  • Sandra Oliveira /

    A empregada doméstica também perde o direito de férias se no período aquisitivo ficar mais de 6 meses afastada em Auxílio Doença?
    O período de afastamento deve ser considerado para o pagamento de férias ?
    A empregada doméstica tem estabilidade quando volta de auxílio doença ?

    • Olá Sandra,

      1) sim, no afastamento superior a 6 meses o período aquisitivo em contagem é perdido devendo ser reiniciado no retorno do empregado.

      2) sim, somente no afastamento até 6 meses por doença.

      3) não.

  • Eliana Cardoso da Anuniniciação /

    Como verifico se meu patrão está contribuindo com meu INSS já que ele não mim dá nenhum comprovante de pagamento

  • Quando emiti o DAE referente a novembro/2015 esqueci de incluir o adiantamento do 13º e acabei recolhendo a contribuição a menor. Como faço para regularizar e como calcular os juros e multa ?

    • Olá Americo,

      O cálculo de juros e multa são gerados no momento da emissão da guia.

      Verifique se o 13 não foi lançado em dez/2015.

  • Valdênia Simões /

    Minha empregada doméstica está em licença maternidade e ainda não entrou com o atestado pq não conseguem ver as contribuiçoes no sistema da previdência, como proceder?
    Isso pode gerar algum problema para o empregador que está pagando tudo em dia?

    • Olá Valdênia,

      Agendar atendimento no INSS para comprovação dos recolhimentos.

      Infelizmente os sistemas do INSS, eSocial, Caixa e Receita Federal ainda não estão 100% integrados, em breve tudo estará regularizado.

      Por isso é importante guardar os comprovantes de pagamento da Guia DAE do eSocial.

  • Há uma questão, por parte dos empregados domesticos e dos seus empregadores, que persiste:
    – Desde a entrada em funcionamento do sistema de recolhimento e-Social não houve mais nenhum registro de contribuição social no INSS…. E os funcionários de plantão não sabem informar nada a respeito.
    Quando chegar a idade de se aposentar aonde o trabalhador vai justificar e poder pedir o que lhe é de direito?

    Falta-nos averiguar se a mesma coisa acontece com o registro dos depositos do FGTS, na CAIXA.

    • Olá Philippe,

      Esse é um problema de integração dos sistemas do eSocial, Caixa e Receita Federal.

      Segundo o eSocial, em breve estará unificado e atualizado.

      É importante guardar todos os comprovantes de pagamento das guias DAE – eSocial, para qualquer necessidade de confirmação.

  • Carlos Roberto Lopes /

    Boa noite,

    Minha empregada contraiu matrimônio e mudou o nome. Não estou conseguindo alterar seu novo nome no cadastro do e-social. Após várias tentativas o sistema enviou mensagem para procurar a Receita Federal. Não há nenhuma maneira de realizar a alteração pela internet ?

  • Temos uma cuidadora desde 27 de janeiro de 2016. Eu a registrei na carteira como tendo começado em 1º de fevereiro de 2016, com o salário de R$ 1.300,00 (um mil e trezentos reais).
    Em 1º de maio ela passou a ganhar R$ 1.700,00 (um mil e setecentos reais) registrados em carteira. Eu ainda não paguei o e-social, apenas a registrei e a mim, ali.
    Como calcular e pagar o que estou devendo? Posso pagar fevereiro, março e abril em um boleto e deixar para pagar maio, junho e julho em um outro mês?
    Grata,
    Sylvia

    • Olá Sylvia,

      As guias do eSocial são fechadas por competência (mês), ou seja, você precisa fechar uma para cada mês.

      Acesse sua conta e gere as guias conforme sua disponibilidade de pagamento, mas serão guias individuais para cada mês.

  • Olá, boa tarde!

    Quanto a estabilidade das grávidas, posso pagar os salários do mês subsequente ao retorno do salário-maternidade (120 dias) para cumprir o período de 5 (cinco) meses da estabilidade sem que a empregada venha trabalhar por.desenteresse nos.seus serviços?

  • Ótimas respostas!Eu gostaria de saber mais a respeito do salário família!Uma das filhas da minha empregada fez 14 anos em maio e automaticamente em julho veio já o desconto na folha de pagamento dela.Só que o mesmo valor de 29 reais passou para o DAE que aumentou exatamente esse valor de 29 e alguns centavos!Isto está certo?Eu não consegui entender!

    • Olá Julieta,

      Verifique como esta o cadastro do dependente no eSocial.

      O benefício é valido para filhos até 14 anos.

      O valor é pago pelo empregdaor e descontado na Guia DAE – eSocial.

  • Boa tarde! Gostaria de saber como procedo para verificar se tem alguns meses em atraso do INSS. Como procedo?

  • Fernando Cavalcanti /

    Rogério Blatt, boa tarde!
    Tenho uma empregada que está em auxílio-doenca há mais de dois anos, e não tem me trazido os resultados das perícias médicas do INSS, ficando impossibilitado de dar baixa na carteira de trabalho. O que devo fazer?
    Muito obrigado, e parabéns pelo seu site.

  • Prezados,
    Como faço para pagar INSS e Fgts atrasados. O detalhe a funcionária foi desligada no mês de abril e preciso pagar as guias de Jan, fevereiro, março e abril.

  • MeloAntonio Ferreira de /

    Gostei da matéria.
    Gostaria saber como a empregada doméstica poderá obiter o total e o tempo de recolhimento do INSS?

  • Minha empregada tirou ferias de 4 a 13/07 e vai tirar mais 10 dias de 04 a 13/08. Como faço o calculo da
    Guia e quando devo pagar? Grata

    • Olá Elisangela,

      Acesse sua conta no NOLAR e registre as férias, clicando na aba férias.

      Depois emita guia DAE e registre no esocial.

  • Empregada doméstica já aposentada tem que ter registro e pagar INSS?

  • Helvio Guatelli /

    Peço a gentileza de esclarecer: Para salário mínimo de R$1.000,00 quais os valores de contribuição do empregador e da empregada e valor a ser acrecido em caso de atraso de 1 mês. obrigado, Helvio.

    • Olá Helvio,

      Segue abaixo o detalhamento dos tributos da Guia DAE – eSocial;

      – Imposto sobre a Renda Pessoa Física, se incidente – Trabalhador;
      – 8% a 11% de contribuição previdenciária – Trabalhador;
      – 8% de contribuição patronal previdenciária – Empregador;
      – 0,8% de seguro contra acidentes do trabalho – Empregador;
      – 8% de FGTS – Empregador;
      – 3,2% de indenização compensatória (Multa FGTS) – Empregador.

      Os juros e multa são calculados na geração da Guia DAE.

  • Dorian Garcia Ruiz /

    Bom dia, já sou cadastrado no Nolar e minha dúvida é a seguinte: minha empregada sai de férias de 18/7 a 31/7. Fiz o adiantamento de férias de 14 dias (com o 1/3) na semana anterior e fiz o desconto do INSS de 8% correspondente ao valor adiantado. Pergunto: quando devo fazer o recolhimento desse valor? deve ser dia 7/8 junto com o salário de julho? Obrigado.

  • Marlene Loureiro Guimarães /

    Gostei muito da matéria, mas sempre tenho dúvidas quanto à falta do empregado doméstico ( falta na sexta feira ou sábado, o domingo pode ser descontado). Na Pec das domésticas não consta nada sobre desconto de faltas do empregado. Obgd

    • Olá Marlene,

      Na falta e/ou atraso injustificado em qualquer dia da semana, o empregador poderá descontar o DSR (folga no domingo). A Legislação pertinente é a Lei 605/49.

  • Inadvertidamente não paguei o eSocial da minha funcionária ref, ao mês de Abril/2016. Não consigo reabrir a folha ref ao mês em atraso. como devo proceder?

    • Olá Elizabeth,

      Pelo eSocial, você deve acessar sua conta, clicar na competência de abril/2016 e em EMITIR GUIA.

      Caso não consiga, acesse ou crie uma conta no NOLAR e envie para nossa equipe de suporte.

  • O artigo foi esclarecedor ao extremo. De grande valia para quem tinha dúvidas sobre o assunto. Parabenizo a equipe de NOLAR.

  • patricia do amaral /

    Minha dúvida é a seguinte. Estou pagando o e social todo me direitinho .entretanto este ano quando saiu o aumento o mesmo disse que é retroativo de janeiro. Paguei a diferença a empregada só até agora não sei como calcular no é social os meses de janeiro até abril que foi quando confirmaram o aumento. Preciso de ajuda pois gosto de fazer tudo certo

    • Olá Patricia,

      Para acertar os valores retroativos;

      1 – Acesse sua conta no NOLAR, delete os recibos até o mês que deseja colocar o aumento (mês inicial retroativo), clique na aba “aumento” e inclua o novo valor.
      – Gere os recibos novamente e pague a diferença para o empregado.

      2 – No eSocial – Guia DAE (Tributos);
      Você deve incluir a diferença retroativa no próximo pagamento.
      – Acesse sua conta no e-social, selecione folha de pagamento, depois selecione a competência (mês de referencia), em seguida selecione o empregado.
      – Em Vencimentos, clique em “Adicionar Outros Vencimentos”, selecione o item “eSocial3500 – Diferença de remuneração mensal” e inclua o valor da diferençados meses retroativos.

  • Luiz Gustavo leite /

    Bom dia! Vou contratar uma empregada doméstica para 02 dias por semana, mas gostaria de recolher o INSS dela, que é o valor mínimo que poderei recolher???

    • Olá Luiz,

      O valor do INSS varia em função do salário;

      Valor do salário ou Contribuição (R$) – Até 1.556,94
      Alíquota do INSS do Empregador Doméstico – 8%
      Alíquota do INSS a ser descontada da Empregada Doméstica – 8%
      Recolhimento Total – 16%

      Verifique o salário mínimo na sua região.

  • VALTER JOSE DIAS PEREIRA /

    bom dia

    tive uma empregada por 3 anos de 2000 a 2003, como faço para acertar o inss dela?
    ainda posso fazer esse pagamento?
    o inss vai aceitar?

  • Bom dia, como faço para obter um extrato completo com todos os pagamentos de INSS que fiz até hoje para minha empregada doméstica? É realmebte necessário ir até um dos centros do INSS ou posso obter essa informação pela internet? Grata!

  • Rogerio Martins Benetti /

    Como verifico as pendencias na previdencia antes de 10/2015? Existem alguma consulta na internet?

    Obrigado

  • Maravilhoso este comentário, ajuda bastante quem tem dúvidas. Pena que o programa do E-social não é tão pratico não é mesmo? Para se calcular uma guia em atraso, temos que abrir todas as folhas que já fizemos, eu achei isso muito ridículo, fora o tempo que perdi e ainda só faz o cálculo para o dia, não temos a opção de calcular para o dia seguinte por exemplo.

    att

  • Prezados,
    Bom dia!

    Gostaria de saber se existe um teto para a retenção do INSS, ou seja, se o salário for maior que R5.189,82, continuamos a aplicar o percentual de 8 e 11 sobre o salário ou a retenção máxima é limitada ao salário de R$ 5.189,82?

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado

top