|

|

Como acertar diferenças de pagamentos da guia DAE do eSocial feitos a menor…

Como acertar diferenças de pagamentos da guia DAE do eSocial feitos a menor…

por | 11/09/16 | eSocial, Salário mínimo | 210 Comentários

Recebemos muitas dúvidas de usuários que precisam acertar diferenças de pagamentos da guia DAE do eSocial feitos a menor, relacionadas a competências anteriores já quitadas. Casos como;

  • Reajuste de salário retroativo.
  • Diferenças de Férias, 13º salário, verbas indenizatórias, entre outros…

Reajuste salário retroativo:

O caso mais comum é referente ao reajuste do salário mínimo, nas regiões onde é adotado o salário estadual diferente do salário mínimo nacional;

  • Rio de Janeiro
  • São Paulo
  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina
  • Paraná

Nestes estados, os reajustes são apresentados alguns meses após o anúncio do salário mínimo nacional.

O pagamento da DAE para a competência do mês de anúncio do reajuste, requer a inclusão do valor da diferença referente ao reajuste para as competências anteriores.

Caso precise de ajuda para usar o E-Social, clique aqui e descubra como pode ser fácil fazer o cadastro e começar a usar.

Veja abaixo como proceder para gerar o recibo e pagar a DAE do eSocial contendo os valores do pagamento retroativo;

Utilizando sua conta no NOLAR, basta inserir o valor da diferença referente aos meses anteriores ao anúncio do novo salário.

pagamento retroativo nolar

recibo nolar com pagamento retroativo

Após inserir o valor do pagamento retroativo, basta gerar sua guia DAE normalmente pelo NOLAR e o sistema vai inserir na rúbrica específica – eSocial3500-Diferença de remuneração mensal.

 

Veja abaixo como gerar o pagamento retroativo pelo eSocial.

  • Inicialmente, o empregador deve atualizar o salário contratual.
  • Em seguida deve verificar se o reajuste da sua região é retroativo, ou seja, é válido para meses anteriores ao anúncio.

Neste caso, o empregador deve calcular a soma da diferença apurada neste período e incluir na rubrica específica;

eSocial3500-Diferença de remuneração mensal.

 

cta_02

 

Outros casos de diferenças no pagamento da guia DAE do eSocial:

Além do caso de reajuste salarial com pagamento retroativo, existem várias possibilidades de inclusão de diferenças em pagamentos da guia DAE do eSocial.

Veja abaixo as rubricas específicas para cada caso;

  • eSocial3501-Diferença de 13º salário;
  • eSocial3502-Diferença de férias gozadas;
  • eSocial3503-Diferença de verbas indenizatórias;
  • eSocial3504-Diferença de salário maternidade (pago pelo INSS);
  • eSocial3505-Diferença de salário maternidade – 13º salário (pago pelo INSS);
  • eSocial3506-Diferença de auxílio-doença acidentário (pago pelo INSS);

 

Ficou com alguma dúvida sobre a diferença de pagamento da guia DAE? Deixe seu comentário abaixo, responderemos todas as dúvidas.

Conhece alguém que pode precisar dessa informação? Clique nos botões abaixo e compartilhe com seus amigos.


nolar esocial

tela mostrando o aplicativo nolar

O NOLAR está integrado ao eSocial

Resolva toda burocracia de forma simples e fácil.

EXPERIMENTE GRÁTIS

 

210 Comentários

  1. Paguei um mês em duplicidade. Como solucionar? É possível reembolso? Ou melhor ainda, ter o crédito para outro mês?

    Responder
    • A empregada esta gravida deve trabalhar até fevereiro quando ela entrar de licença maternidade qual o meu procedimento: ela da entrada no INSS para receber o salario ou o empregador paga e na hora q gerar a guia vem deduzido o valor do salario maternidade, quantos dias de salario maternidade?

      Responder
      • Olá Marcio,

        De posse do atestado médico solicitando o afastamento, deve-se agendar atendimento na perícia médica do INSS para solicitar o benefício.
        Durante o afastamento, o empregador deverá emitir e recolher a DAE mensal informando o salário vigente na rubrica “eSocial1701 – Salário maternidade (pago pelo INSS)”.

        Responder
  2. Como posso emitir pelo Esocial guia para pagamento do INSS atrasada, de janeiro a junho/16
    Obrigada.

    Responder
    • Olá Ideli,

      Desde outubro de 2015 os tributos são pagos em guia unificada (DAE do eSocial).

      Acesse sua conta no eSocial e emita as guias DAE para cada competência.

      Caso não tenha uma conta no eSocial, clique aqui para saber como criar.

      Responder
  3. Matéria otima parabéns

    Responder
  4. Como saber se devo pagar o abono família para a doméstica? Se sim, como devo recolher atrasado?
    Grata

    Responder
  5. Prezados,
    Sou do Rio de Janeiro. E quando teve a alteração salarial, tive que reabrir as folhas de janeiro, fevereiro e março. Colocar o valor da diferença e fechar novamente. Depois vi que tinha que atualizar esses mesmos meses para o valor certo do salario. Mas agora aparece estes meses como “em edição” e quando eu tento fechar , aparece “A folha de pagamento já foi fechada, para alterá-la será necessário reabri-la”.

    Responder
    • Olá Mariane,

      Acesse o esocial, clique na aba FOLHA DE PAGAMENTO e reabra as folhas de pagamento de agosto a janeiro, uma a uma, efetue o registro do reajuste salarial e encerre novamente as folha de pagamento mês a mês.

      Responder
  6. Colaboração importantíssima. ótima prestação de serviços. Parabéns!

    Responder
  7. Como acessar eSocial 3506 e os demais 35?

    Responder
    • Ola Alberto,

      Acesse sua conta no eSocial, abra a folha e clique em ADICIONAR OUTROS VENCIMENTOS/PAGAMENTOS.

      Responder
  8. Mas pagando a diferença salarial na forma proposta, eSocial3500-Diferença de remuneração mensal, não haverá cálculo de multa e juros por atraso !

    Responder
    • Olá René,

      O esocial considera o ajuste sobre a remuneração sem o pagamento de juros e multas.

      Responder
  9. Esta DAE de diferenças de pagamento é feita dentro do programa ESOCIAL ou fazemos uma DAE manual?

    Responder
    • Olá Maria,

      É o procedimento normal, na emissão da DAE mensal deve ser incluída a rúbrica específica.

      Responder
  10. E nos casos de pagamento a maior?
    Paguei a mais, porque a minha funcionária estava de licença maternidade e na hora de fazer os cálculos, me confundi, e com isso, paguei 2 meses o valor que o INSS estaria recolhendo.

    Responder
  11. Quando acontece de no mês, o empregador errar e recolher a menor, o que se deve fazer??
    exemplo:
    salario do empregado= 1000,00
    salario base =905,00 com a DAE recolhido através deste valor ,porem o empregador verifica que foi feito com base a menor e quer acertar.
    Posso fazer um guia complementar sobre a diferença a ser recolhida???
    Grata
    Aparecida Lucia

    Responder
    • Olá Aparecida,

      Acesse o esocial, clique na aba FOLHA DE PAGAMENTO, clique em REABRIR FOLHA, informe o valor referente a diferença das remunerações, salve, conclua e encerre a folha, emitindo a DAE para recolhimento complementar.

      Responder
  12. Como sempre, excelente suas publicações.

    Responder
  13. Importante o esclarecimento, sobretudo porque exige a especificação do Código eSocial3500-Diferença de remuneração mensal. No Rio de Janeiro houve a necessidade do recolhimento retroativo e eu, sem saber como proceder, apenas acrescentei o somatório das diferenças salariais, sem menção ao período ou aos valores individualizados, por absoluto desconhecimento…

    Responder
  14. Obrigado embora até o momento não tenho este problema Asim mesmo , como sempre a informação que nos tem enviado são muito importante para todos os empregadores de domésticos .

    Responder
  15. Tenho como saber se estou em dia com o INSS ? Suspeito que algumas guias que deveriam ter sido pagas por outras pessoas (a meu pedido) não foram pagas.

    Responder
  16. Olá, eu não sabia que devia incluir a filha especial da minha empregada como dependente para que ela tivesse o salário família. Paguei por 2 meses seu salário sem declarar a dependente. Agora preciso pagar esse mês corrigido, mas não sei como fazer com os outros meses, uma vez que já foram pagos.
    No caso de salário família, como devo proceder?

    Responder
    • Olá Cintia,

      O empregador não têm culpa se o empregado não apresentar a documentação devida para a manutenção do salário família.

      O benefício é pago pela Previdência Social, o empregador adianta o valor e abate dos tributos na guia DAE – eSocial.

      Para pagamentos retroativos, entrar em contato com o INSS – http://www.mtps.gov.br/rede-de-atendimento

      Responder
  17. O desconto relativo a IRRF na DAE foi cobrado com um valor inferior ao apontado no recibo de salário.
    Como devo proceder?

    Responder
  18. Pelo que li no manual do esocial, depois de pagar a diferença do salário no mês corrente, tenho que voltar aos meses anteriores e alterar o salário para informar o valor atual do salário. É isto mesmo ou entendi errado?

    Responder
    • Olá Leticia,

      Sim, deve incluir o reajuste salarial na ficha de dados contratuais do empregado. Não será necessário reemitir as guias retroativas.

      Responder
  19. Como devo calcular o valor de férias gozadas e não recolhidas – 15 dias janeiro/2016 e 15 dias julho/2016. E como lançar na guia de setembro? Sei que devo usar a rubrica 3502, mas não sei como calcular o valor.
    Grata

    Responder
  20. Como no início não havia no DAE RÚBRICA ESPECÍFICA, tenho até agora somado essas diferenças de sálario atrasados ao salário mensal e tudo pago normalmente. Terei problemas futuros?

    Responder
    • Olá Rubem,

      Não temos como prever algum tipo de punição. Caso seja exigida, faça a comprovação dos recolhimentos com os recibos de pagamento de salário, compondo o valor recolhido.

      Responder
  21. A matéria veio no momento certo. Estava tentando há dias acertar o pagamento efetuado a menor , mas não conseguia informação correta.
    Tenho uma dúvida em relação às férias gozadas em 2 a 31 de maio. Não as lancei no pagamento de abril nem de maio. Como devo proceder?

    Responder
  22. Como devo pagar as férias e o 13º salário após correção salário (aumento) em agosto para pagamento em setembro? Tenho que fazer proporcionalidade dos meses com salário antigo e dos meses com salário corrigido ou vale para todos os meses o salário novo?

    Responder
    • Olá Thiago,

      Tanto as férias quanto o 13ºsalário deverão ser calculados e pagos com base no salário vigente do empregado a época das referidas concessões.

      Responder
  23. Ótima matéria, só ficou uma dúvida com relação as diferenças em atrasos ou retroativos citadas, o valor pago da Guia não teria multas e juros sobre tais valores?

    Responder
    • Olá Luís,

      Segundo orientação passada pelo eSocial é previsto a forma de pagamento sem a incidência de juros e multas.

      Entendemos que houve uma compensação pelo atraso nas decisões do Governo referente ao reajuste salarial.

      Responder
  24. e como reaver o valor de um esocial pago em duplicidade?

    Responder
  25. Tenho uma empregada que me avisou ter dado entrada no auxilio doença, mostrou=me os documentos. Mas agora, após 5 meses, me avisou que só recebeu referente a 2 meses e que não iria recorrer da decisão do INSS e que queria voltara a trabalhar. Como ficam esses 3 meses, ela não estava trabalhando mas tb não estava de licença. Notifiquei ao DAE no primeiro mês a licença. Como proceder agora? Comunico o retorno da funcionária e pago daqui pra diante? Será que o sistema vai permitir isso?

    Responder
    • Olá Marcia,

      Sim, informe a data atual como retorno da empregada no esocial e no NOLAR, uma vez que houve o afastamento por conta própria.

      Responder
  26. No início dos pagamentos da GUIA, mesmo colocando que o empregado estaría em férias, e sendo pago um terço do abono de férias, este não figurou na GUIA para pagamento da previdência, tanto no mês em que gozou as férias, nem no mês seguinte.
    Será necessário fazer uma guia adcional para acrescentar o 1/3?
    O que fazer inclusive da próxima vez?

    Responder
    • Olá Francisco,

      Na emissão da DAE até abril/2016, bastava inserir todas as remunerações pagas ao empregado, de forma acumulada (salário + horas extras + adicionais), e a partir de maio/2016 as remunerações são todas especificadas através de rubricas referente a cada remuneração.

      Não será necessário a emissão de nova guia de recolhimento, salvo se faltou algum recolhimento em retroativo.

      Responder
  27. Prezados, Boa Tarde!

    Tenho uma dúvida referente questão imposto retido sobre adiantamento de férias?
    Conforme manual o recolhimento se dá pela data do pagamento. Ocorre que fiz todos os procedimentos conforme orientação E-Social, infelizmente não consegui concluir a DAE com o respectivo IRRF devido, aparece saldo zero e data de vencimento.

    Conforme exposto Srs.teraim uma solução para esta questão?

    Atenciosamente,

    Aparecida

    Responder
    • Olá Aparecida,

      Parece ser um erro do sistema eSocial, estes casos normalmente são erros de sistema e temporários.
      Após aguardar algum tempo o empregador deve realizar nova tentativa quando a operação deverá ocorrer sem impedimentos.

      Caso o erro persista, o empregador pode registrar a ocorrência por meio do endereço suporte@esocial.gov.br, apresentando a cópia da tela de erro.

      Responder
  28. Morar no Estado do Rio de Janeiro, todo anpo é a mesma coisa.Em vez de públicarem em novembro o valor do ano seguinte, ficam enrolando até abril ou maio. Isto só trás dor de cabeça aos contribuintes.

    Responder
  29. Caro Rogério Blatt, não sei como poderia tirar um boleto mensal atrasado do e-social, referente ao mês de fevereiro/2016. Estou preocupada, pois temo que o valor acabe ficando muito alto! Já pedi ajuda, mas não obtive sucesso! Quem sabe, você consiga me explicar em qual campo devo entrar para emiti-lo. Muito agradeço, atenciosamente, Heloisa Norat.

    Responder
    • Olá Heloisa,

      A operação é relativamente simples, você deve abrir a folha e emitir a guia DAE normalmente, os juros e multa são calculados automaticamente.

      Para criar uma conta no NOLAR clique aqui.

      Responder
  30. Prezado Rogerio Blatt,

    Paguei o Esocial de minha empregada, no mês de maio, como se o salário fosse o de 2015: R$788,00
    Como poderei fazer esse acerto?
    Obrigada!

    Responder
    • Olá Sílvia,

      Acesse o esocial, clique na aba FOLHA DE PAGAMENTO, clique na competência de maio/2016, reabra a folha e clique em EXCLUIR.

      Feito isso, informe o valor da diferença salarial (R$ 92,00), salve, conclua e encerre a folha, depois emita a DAE para recolhimento.

      Responder
  31. Boa tarde,

    Preciso acertar o reajuste desde abril, ainda estou pagando R$905,00, posso colocar a diferença de abril a agosto na folha de setembro como “eSocial3500-Diferença de remuneração mensal”, ou preciso fazer o ajuste da diferença folha a folha?

    Grata

    Responder
    • Olá Fernanda,

      Faça o lançamento dos valores acumulados na rubrica citada e faça o registro do reajuste salarial na ficha de dados contratuais do empregado.

      Responder
  32. entrei na conta de fevereiro de 2016 apenas para ter uma cópia do DAE, pois perdi o original. O problema é que gerei outra via e a via gerada foi gerada com juros e multa. Porém eu tenho o comprovante de pagamento deste mês. Só não tenho mais a guia emitida na época correta.
    Como solucionar essa questão?

    Atenciosamente,

    Responder
    • Olá Gabriela,

      Sempre que é gerada uma nova guia DAE os juros são inseridos automaticamente.

      Guarde o comprovante e procure a guia que foi paga no seu computador, pois sempre que é gerada a mesma é baixada na sua máquina utilizada. Verifique na pasta DOWNLOAD ou similar.

      Responder
  33. Caro Rogério, a orientação para emissão do DAE complementar referente a diferença das remunerações está disponível somente para as folhas de pagamento a partir do mês de maio/2016. Preciso para um DAE complementar de um período anterior a maio/2016, como faço?

    Responder
    • Olá Estevam,

      Reabra a competência desejada e informe o valor do complemento na rubrica “remuneração mensal”.

      Responder
  34. Uma observação: na folha do mês, eu consigo incluir a diferença retroativa (3500), mas não distingue a competência (terei que juntar os 3 meses Jan-Mar). Mas se eu abrir a folha de JANEIRO, por ex, e mudar o salário, não vai dar problema????

    Responder
    • Olá Claudio,

      Não, mas será cobrado juros e multas sobre o complemento pago ao empregado em retroativo.

      Responder
  35. verifiquei minhas guias e encontrei todos depositos reolhidos do FGTS, porém o INSS nao onsta pagto. nenhun desde que foi iniciado oDAE.Aguardo resposta.

    Responder
  36. Bom dia!
    No Rio de Janeiro, temos o salário regional, que, normalmente , só é votado em fevereiro ou março.
    E como é retroativo a janeiro, não consegui pagar o mês de fevereiro,
    Solicito uma informação a respeito.
    Grata,
    Maria Akico Okamura

    Responder
    • Olá Maria,

      Para acertar as diferenças de salário retroativo, insira na guia DAE do eSocial a rubrica;
      eSocial3500-Diferença de remuneração mensal.

      Responder
  37. Olá, as ferias da empregada só podem começar no dia 1º?
    Senão, como efetuar o pagamento? Muito obrigada.Excelente serviço.
    Margareth

    Responder
    • Olá Margareth,

      Não, as férias devem começar em um dia útil.

      O pagamento deve ser feito sempre dois dias antes do início das férias.

      Responder
  38. Prezados,
    Sou do Espirito Santo. E quando teve a alteração salarial, tive que reabrir as folhas de janeiro, fevereiro e março. Colocar o valor da diferença e fechar novamente. Depois vi que tinha que atualizar esses mesmos meses para o valor certo do salario. Mas agora aparece estes meses como “em edição” e quando eu tento fechar , aparece “A folha de pagamento já foi fechada, para alterá-la será necessário reabri-la”, só que a mesma já esta aberta não consigo fecha-la.

    Responder
    • Olá Marley,

      Nesse caso será necessário reabrir as folhas de agosto a janeiro/2016, realizar as alterações e fechar novamente as folhas de pagamento. Todo o processo deve ser realizado diretamente pelo esocial.

      Responder
  39. Paguei as férias de minha empregada e recolhi todos os encargos devidos, mas não informei o periodo de férias no e-social, agora consta o mês em que minha empregada saiu de férias como pendente de pagamento, como faço para regularizar a documentação? Pois no e-social esta dizendo que devo pagar novamente, apõs ter regularizado a informação no sistema e ainda cobrando juros e mora como se eu estivesse atrasado no recolhimento. Agradeço a ajuda.

    Responder
    • Olá Luiz,

      Nesse caso basta registrar as ferias no esocial (aba TRABALHADOR > FÉRIAS) e encerrar a folha de pagamento, sem a necessidade de recolhimento da DAE emitida.

      Responder
  40. Ola bom dia!
    Como devo proceder na situaçao seguinte: A empregada foi demitida, e nao quer cumprir o aviso, então gerei toda rescisao, descontando o aviso, mais a empregada ao ver o desconto resolve cumprir, a empregadora ja nao quer mais, entao ira idenizar o aviso. porem eu ja paguei a DAE, como lançar essa complementaçao do aviso indenizado, pois eu gero e cobra o valor total.

    Responder
    • Olá Keila,

      Reabra a folha de pagamento referente ao mês de pagamento do desligamento e emita nova DAE informando o valor complementar sob a rubrica “eSocial3503 – Retroativo – Diferença de verbas indenizatórias”.

      Responder
  41. Olá Boa Noite,
    Fiz o pagamento errado do mês de maio de R$905,00 ao invés de R$1000,00. Reabri a folha de pagamento e adicionei eSocial3500 – Retroativo – Diferença de remuneração mensal R$95. Quando faço o encerramento e faço a emissão da guia aparece o valor total referentes a juros e multas, mas eu já fiz o pagamento referente a R$905, como posso emitir a guia só com a diferença de R$95,00?

    Responder
    • Olá Cláudia,

      O pagamento de juros e multas é inevitável, mas será calculado somente sobre o valor complementar (R$ 95,00).

      Responder
  42. Fechei a folha do mês de Agosto/2016 com o valor de 293,33 tirei o DAE e recolhi. Tenho que recolher a diferença de 586,67 já que o salário é de 880,00. Já reabri a folha, coloquei no código 3500 o valor de 586,67. So que quando vou gerar o DAE novamente sai com o valor total em cima dos 880,00. Tem como me ajudar? Como devo proceder?

    Responder
    • Olá Aloisio,

      Na emissão da DAE complementar, clique em excluir na rubrica de “Salários”, mantendo somente a rubrica “eSocial3500 – Retroativo – Diferença de remuneração mensal”.

      Responder
  43. Não estou conseguindo acertar as diferenças devido aos salários de fevereiro e março terem retroatividade. Minha empregada inicio em 01/02/2016. Em abril saiu o novo valor do SM regional. Gostaria de saber se vocês fazem este cálculono eSocial, para mim, eu levando a documentação para voces e qual o custo deste serviço.
    At.
    Hélcio

    Responder
    • Olá Hélcio,

      Não prestamos esse serviço de atendimento pessoal, mas os cálculos são relativamente simples e com o NOLAR a geração da guia DAE é automática.

      Crie sua conta no NOLAR e abra um chamado no suporte, assim nossa equipe pode ajudar.

      Responder
  44. Bom dia,

    Meu cliente não colocou 1/3 de ferias na base de calculo no mês 02/2016 como faço para recolher a diferença?

    Responder
    • Olá Landro,

      Acesse o eSocial, clique na competência de fevereiro/2016, clique em REABRIR FOLHA e em EXCLUIR REMUNERAÇÃO INFORMADA.

      Feito isso, informe o valor do abono de férias (1/3) na rubrica “remuneração mensal” e emita a DAE complementar para recolhimento.

      Responder
  45. Estou desesperada. Paguei o Esocial dos meses de abril, maio e junho com base no salário antigo da minha empregada doméstica e só notei hoje quando fui ver se as guias estavam batendo e constatei que aparecia “em edição”. Já tentei de tudo para emitir a guia com a diferença para pagar, mas nada feito. Como devo proceder? O pior é que tenho que acertar rápido porque ela já está dando entrada na aposentadoria.
    Gostaria também de orientação sobre o que fazer quando o empregado doméstico se aposenta.

    Responder
    • Olá Teresa,

      Nesse caso será preciso reabrir as folhas de pagamento no esocial até abril, informar o valor da diferença entre as remunerações na rubrica “salario”, salvar, concluir, encerrar e imprimir as guias para recolhimento.

      Caso o empregado tenha concedido a aposentadoria por idade ou tempo de contribuição e permanecer trabalhando não haverá nenhuma forma de mudança referente a pagamentos de salário e encargos trabalhistas.

      Responder
  46. P\guei a menor o DAE de março/2016, como faço para corrigi-lo já que o mesmo já esta encerrado.

    grato, eltoon

    Responder
    • Olá Elton,

      Acesse o esocial, clique na competência março/2016 e em REABRIR FOLHA. Feito isso informe o valor da diferença na rubrica “salários”, encerre a folha e emita a DAE complementar.

      Responder
  47. FIZ O ENCERRAMENTO DO MÊS DE UM CLIENTE E DEPOIS DE UNS DIAS ELE ADIMITIU UMA FUNCIONARIA COMO DEVO FAZER A GUIA DAE APARENAS DA NOVA FUNCIONARIA POIS ELE PAGO TUDO DA ANTIGA??

    Responder
    • Olá Alessandra,

      Acesse o esocial, cadastre a nova empregada, reabra a folha e em seguida encerre-a.

      Feito isso clique em EDITAR GUIA e informe somente os valores dos encargos da nova empregada para a emissão da DAE complementar.

      Responder
  48. Boa Tarde,
    Tem como ver no site todas as guias pagas, não achei o comprovante de uma

    Responder
  49. Fui pagar hoje 07/11/2016 e não saiu no site a opção do DAE, não consegui emitir a Guia de pagamento. Como posso fazer em atraso?

    Responder
    • Olá Carla,

      O eSocial apresentou lentidão durante o dia 07, por isso definiram uma prorrogaÇão do prazo para dia 10/11.

      Acesse o NOLAR e emita a guia DAE de outubro, utilize o agendamento automático, assim o sistema gera a guia e envia para seu email.

      Responder
  50. emiti a guia para pagamento com data de 07/11/2016 , porem esqueci de pagar ontem , como faço para tirar outra guia atualizada?

    Responder
    • Olá Vinicius,

      Acesse sua conta e gere uma nova guia DAE, basa agendar a geração da guia DAE pelo NOLAR e será enviado para o seu email.

      O venciemento sará para dia 21/11.

      Responder
  51. Como faço para pagar todos os recolhimentos atrasados que não paguei?
    Obrigado!

    Responder
  52. Olá, averiguei agora que foi paga somente o FGTS referente janeiro de 2016, reabri todos os meses para encerrar novamente janeiro e emitir o DAE somente com a parte da contribuição previdênciária, acontece que o eSocial não admite gerar a guia de meses anteriores, ele emite somente o recibo da folha de pagamento. Como faço?

    Obrigada!

    Responder
    • Olá Juliane,

      Entre em contato pelo suporte do NOLAR, será necessário acessar sua conta para analisar o caso.

      Responder
  53. Boa Tarde !
    Tenho dois funcionários registrado para o mesmo empregador. Gostaria de saber se é possível emitir a guia de FGTS separada? Pois um dos funcionários foi registrado depois, ou seja, foi pago o FGTS de uma pessoa e da outra não. Mais não aparece como emitir somente para um funcionário. O que faço ?

    Att,

    Responder
    • Olá Ana,

      Não, a DAE emitida é gerada em nome do empregador e de forma unificada (valores), independente do número de empregados cadastrados.

      Responder
  54. Rescindi contrato com minha funcionaria em outubro, paguei todas as obrigações mas agora descobri que tinha um dado preenchido errado. Adotamos o pagamento de FGTS para ela em Julho de 2015 e os dados no e-social estavam postos para outubro de 2015. Deve existir uma diferença no valor da multa rescisória. Como devo proceder para sanar este problema?

    Responder
    • Olá Rafael,

      Entre em contato com a CEF e solicite esclarecimentos no setor de FGTS.

      Responder
  55. Quando devo pagar o INSS e FGTS sobre as férias? Juntamente com a guia do mês em que pago ou no mês em que a empregada sai de férias? As férias serão de 01 a 30/12, pagas dia 29/11. Os encargos devem constar na guia de novembro ou de dezembro?

    Responder
    • Olá Simone,

      Os encargos sobre as férias deverão ser recolhidos na DAE mensal referente a competência do mês gozado.

      Responder
  56. Olá, Rogério!!

    Enfim, graças a uma de suas respostas acima eu consegui corrigir o pagamento do mês de Setembro. No sistema ainda constava o salário de 2015 e eu fiz o pagamento da guia sem perceber. Muito bom!! Porém, tenho outra dúvida: após pagar o valor correspondente à diferença, a folha normal de pagamento do salário que fiz em Setembro não aparece mais…Como vou provar que paguei tudo direitinho, se antes eu não imprimi a guia?
    Obrigada desde já.

    Responder
    • Olá Rosangela,

      Ao emitir a DAE mensal o sistema realiza o download automático da guia de recolhimento na máquina utilizada.

      Verifique na pasta DOWNLOAD do seu computador.

      O eSocial ainda não fornece comprovantes de pagamento, uma firma de verif8car é na Receita Federal, no portal e-cac, clique aqui e veja como.

      Responder
  57. Boa noite. Faco as contribuicoes da minha trabalhadora domestica com base no salario minimo (R$ 880,00), porem, equivocadamente, fiz os pagamentos dos DAE referentes aos meses de maio a setembro/2016 com base no salario do ano passado (R$ 788,00). Como faco para recolher as diferencas? Desde ja agradeco. Luis.

    Responder
  58. Olá. Fechei a folha de Novembro de 2016, gerei a guia e paguei. No dia seguinte ao pagamento me lembrei que não aumentei o salário da empregada conforme combinado. Abri a folha, alterei o salário, e gerei uma nova guia. Na hora de editar esta nova guia para pagar somente a diferença, o sistema permite a inserção dos valores de forma manual somente nos campos do INSS do Empregado, INSS patronal e GILRAT. Os campos do FGTS não são editáveis. Como faço para pagar a diferença do FGTS? Obrigado.

    Responder
    • Olá Silvio,

      O valor do recolhimento do FGTS já será calculado com base na remuneração informada na folha de ponto, por isso não é permitido a edição de valores.

      Responder
  59. Continuando o comentário acima, fiz o seguinte: o aumento de salário foi de 200 reais, então alterei o salário de Novembro para 200 reais e fechei a folha. Assim o sistema emitiu uma guia com todos os valores, inclusive o do FGTS, somente da diferença que devo pagar. Depois retornei os valores da folha para o normal. É correto este procedimento?

    Responder
  60. Paguei a dae em duplicidade .
    Posso deixar de pagar o próximo mês com este crédito?

    Responder
  61. Eu pague a Dae duas vezes, posso deixar de pagar a competência do Mês seguinte e usar este valor para compensar?

    Responder
  62. Olá Bom dia!

    Minha doméstica estava grávida e gozava de férias 03/11/2016 a 22/11/2016, porém seu filho nasceu em 15/11/2016, ou seja, no meio de seu gozo de férias. No e-social, coloquei o afastamento dela por licença maternidade, a partir de 23/11/2016, quando do término das férias. Fiz correto?

    Outra dúvida, gerei a guia sem considerar a rubrica de afastamento e acabei recolhendo o valor do INSS Patronal e do FGTS a menor. Reabri a folha e consegui editar uma nova guia para pagar a diferença do INSS, mas do FGTS o campo não é editável, ou seja, não consigo pagar a diferença. Coo faço?

    Agradeço antecipadamente os esclarecimentos.

    Responder
    • Olá Roberta,

      Sim, o afastamento deve ser contado no retorno da empregada das ferias.

      No caso da edição da DAE será necessário informar a base de cálculo (diferença) reabrindo a folha de pagamento.

      Responder
  63. Olá, observei que refazendo os cálculos no recibo do 13 terceiro salário a soma dá uma diferença de 1 real e pouco a mais, gostaria de saber se tem alguma taxa inclusa.

    Responder
    • Olá Elizabeth,

      Não existe taxa, para verificar o caso envie para nosso suporte.

      Acesse sua conta no nOLAR e abra um chamado no suporte, assim um especialista poderá analisar e responder.

      Responder
  64. Gerei a guia do e-social durante todo o ano 2016 com valor do salário errado e paguei. Hoje fiz a correção do salário no sistema. Como faço para pagar a diferença mensal? Outro problema, não inclui a 1ª parcela do 13º na guia de novembro e já paguei, como faço?

    Responder
  65. Bom dia Rogério, em primeiro lugar parabenizo a iniciativa e atenção em prestar os esclarecimentos. Tenho uma dúvida e peço a gentileza de esclarecer se for possível: admiti uma empregada doméstica em junho desse ano e fiz o cadastro do e-social. Efetuei o pagamento de algumas guias, porém não sabia até então que o sistema não tinha o controle sobre as guias que realmente foram pagas e as que estão pendentes, visto que o empregador é que informa o E-social sobre as baixas de pagamento. Ocorre que fiquei em dúvida sobre a próxima guia a pagar, pois algumas estão em atraso (em alguns casos cheguei a emitir o boleto e não paguei, dei baixa apenas no sistema) e ao clicar em cada mês percebi que não é possível saber o que REALMENTE foi pago ou só está contando como baixa (fiz confusão). Como saber a próxima guia a pagar nesses termos sem incorrer em duplicidade e sem “pular” alguma? Obrigada,

    Responder
  66. Boa tarde Rogério,

    No dia 30/11/16 registrei o valor da 1º parcela do 13º salário juntamente com o valor do salario de novembro/16 para pagamento do Esocial. Foi emitida a guia e foi pago.

    Hoje acessei o sistema para pagamento da 2º parcela do 13º salário ( com vencto. para 20/12/16) e apareceu que o sistema nâo encontrou o registro de pagamento do adiantamento do 13º salário.
    Contudo é mostrado o valor de adiantamento do 13º salário na ficha de remuneração mensal do funcionário.
    .
    O sistema deveria emitir 2 guias separadas?
    Como posso emitir uma guia para pagamento para acertar esta pendência ?

    Grata
    Lucia

    Responder
    • Olá Lucia,

      A emissão foi realizada pelo NOLAR?

      O NOLAR faz o calculo e insere a rubrica de adiantamento automaticamente.

      A segunda parcela deve ser paga para sua empregada até o dia 20/12.

      A guia DAE do 13º e a DAE de Dezembro, são para o dia 06/01/2017.

      Se o eSocial não encontrou o regisro do adiantamento, é provável que não tenha lançado na rubrica correta.

      Responder
  67. Boa tarde. Às vezes acabo pagando a guia após a data de vencimento e ela não é gerada com multa e juros. Fico preocupada em regularizar isso. Como devo proceder?

    Responder
    • Olá Helosa,

      Ao gerar pelo NOLAR, após o vencimento os juros são inseridos automaticamente.

      Responder
  68. Amigo, agradeço sua ajuda se puder me tirar essa dúvida
    Eu encerrei o pagamento de Junho/16 e acho que não consegui pagar o boleto porque passou o limite de pagamento da minha conta no dia. Mas não tenho certeza. E tem outros meses que também tenho essa dúvida.

    Aí lá na página consta como Encerrado, no entanto eu realmente não lembro se paguei ou não. Como faz pra descobrir as parcelas que foram pagas e as que não foram?

    Parabéns pelo trabalho.

    Responder
  69. Rogério, muito obrigada pelo retorno! Foi eficaz. Já há algum tempo tentava saber essa informação,porém sem sucesso. Que você tenha sucesso em tudo o que fizer, tenha um ótimo fim de ano.

    Responder
  70. Olá
    Acompanho sempre este site mas não sou sócia. Ao me associar, terei acompanhamento na manutenção do Esocial? Terei auxílio para os registros? Estou com muita dificuldade em fazer os lançamentos tanto antigos como atuais.

    Obrigada

    Responder
    • Olá Cleci,

      Algumas funcionalidades são restritas aos assinantes, como férias, 13º salário e outras…

      Em breve teremos um novo serviço com atendimento exclusivo, acompanhe os emails com as novidades.

      Responder
  71. Bom dia, eu imprimir o esocial da empregada para fazer o pagamento de alguns meses. Acabei nao fazendo o pagamento e esta dando como encerrado. Como eu faço para saber os meses que estou devendo ? obrigado

    Responder
    • Olá Ronan,

      Para verificar se existem pagamentos em aberto, utilize o portal e-cac da Receita Federal.
      Cklique aqui e veja como.

      Responder
  72. Bom dia.
    Meu nome é Mirelle e email -e meura_cintra@yahoo.com.br

    Estou tentando gerar a guia de meses anteriores e não estou conseguindo. está dando erro.
    (código do erro: 20161230113007U43XNQL2LF)

    O que faço?
    Para conseguir emitir a guia e pagar ?
    Ibrigada

    Responder
    • Olá Mirella,

      Este erro ocorre na tentativa de gerar a guia DAE pelo eSocial ou pelo NOLAR?

      Caso seja direto pelo eSocial, pode ser uma instabilidade do sistema.

      Sugiro que tente pelo NOLAR, caso não tenha uma conta, clique aqui e cadastre-se.

      Responder
  73. Bom dia.
    Estou com duas dúvidas:
    1ª – a minha empregada tirou férias em 2016, sendo que o período aquisitivo já expirou e acabei não lançando, como fazer?

    2º – paguei as DAE’s com o salário correto, mas não atualizei nos dados cadastrais a alteração de salário e nem a data do reajuste, como proceder para colocar as informações corretas?

    Me ajudem!

    Obrigada

    Responder
    • Olá Marcia,

      Acesse o NOLAR, clique na aba TRABALHADOR > GESTÃO DE TRABALHADORES > DADOS CADASTRAIS e registre o reajuste salarial.

      Na aba FÉRIAS, registre a concessão do benefício ao empregado no respectivo período aquisitivo.

      Responder
  74. Sou assinante do site há 4 anos, no mes de março dei ferias a empregada mas tive duvidas como gerar a Guia, com medo de multa gerei normal paguei agora quero corrir pagar a diferenca como férias

    Responder
    • Olá Julita,

      Vai ser necessário reabrir a folha de Março e informar o valor referente ao abono de férias (1/3), para emissão da DAE complementar.

      Envie este caso para nosso suporte, assim um especialista pode esclarecer suas dúvidas com mais detalhes.

      Responder
  75. Rogério, tudo bem? Por gentileza, eu reabri uma DAE, já está paga, pois pensei que teria uma diferença de valor, mas fechei, emiti a nova guia e estava igual. A única diferença foram os juros que apareceram por reabrir em data posterior. Tenho que pagar esses juros?

    Responder
    • Olá Danielle,

      Não, se a guia já foi paga não deve ser paga novamente.

      Caso ainda não tenha sido paga e já esteja vencida, os juros são calculados diariamente.

      Responder
  76. Ola, tudo bom? o DAE esta vindo com a seguinte descrição: Valores de IRRF Apurados em folhas de Competencias Anteriores – R$ (valor)
    Mas no mes anterior houve o recolhimento correto.

    Como faço pra acertar isso?
    Muito obrigada

    Responder
    • Olá Janaina,

      Certamente houve a apuração de IRRF no pagamento do empregado e o esocial efetua o recolhimento do imposto na DAE mensal referente a data informada de pagamento na folha de pagamento. O recolhimento será devido.

      Responder
  77. Prezados, tenho um empregada doméstica que está na minha cada desde junho de 2016 sem registro. Preciso atualizar o pagamento anterior dos encargos referentes a FGTS, INSS, etc. Como devo proceder, somente agora ela teve como tirar sua carteira profissional

    Responder
  78. Olá!
    Gostaria de saber se, quando a empregada doméstica está de licença por motivo de doença,o empregador tem que pagar o DAE?

    Desde já, obrigada.

    Responder
    • Olá Thays,

      Em Auxílio-doença não deve pagar a DAE, somente encerrar a folha.

      Responder
  79. Já fizemos os pagamentos do ESocial de janeiro a dezembro de 2016, incluindo o 13 salario, pelo salario errado, e agora fui informada que o salario tinha sido atualizado, é outro. Como faço para recolher os impostos da diferença? salario base do recolhido 1.576,00. Salario real 1 760,00. Diferença de salario R$ 184,00. Como proceder?

    Responder
    • Olá Nazare,

      Neste caso será necessário reabrir todas as folhas, excluir as remunerações informadas, atualizar o valor do salário e encerrar novamente.

      Para mais detalhes, acesse sua conta no NOLAR e envie para nosso suporte (suporte@nolar.com.br).

      Caso ainda não tenha uma conta no NOLAR, clique aqui.

      Responder
  80. Eu tinha tinha 1 func e em fevereiro registrei o segundo em 01 de Janeiro de 2017 mais qdo foi feito o registro ja tinha esgotado o prazo para emissão da folha de janeiro. Pergunto: Como emitir somente a guia deste func. sendo q a func. mais antiga foi emitida as guias e pagas?

    Responder
    • Olá Ayrton,

      A folha deve ser reaberta, depois inclua o funcionário e encerre novamente.

      Em seguida será preciso ediatr a guia e abater pagamentos anteriores.

      Responder
  81. Boa tarde, pago a guia desde outubro de 2015, mas não declarei que a minha funcionária tem uma filha menor de 14 anos, não sabia, porem como faço para pagar retroativo o salário família e obter o desconto do INSS? Obrigada

    Responder
    • Olá Juliana,

      Para pagamento retroativo do salário família, deve ser inserido na rúbrica: eSocial1721 – Diferença de Salário-família retroativo

      O desconto será considerado na guia DAE.

      Responder
  82. Boa tarde, paguei o salário de 2016 com o valor do salário de 2015, porém não consigo por a rúbrica indicada, posso reabrir a guia mês a mês e colocar a diferença para emitir outra? Obrigada

    Responder
    • Olá Juliana,

      Sim, você deve reabrir, alterar o salário e encerrar novamente.

      Depois deve editar as guias e abater pagamentos anteriores.

      Responder
  83. Excelente as orientações que tem sido disponibilizadas no blog.
    Pergunta: quando há a necessidade de recálculo do esocial em razão do não pagamento na data estabelecida, posso realizar o cálculo para uma data futura pre determinado-a?
    Obrigada.

    Responder
    • Olá Angela,

      As guias DAE do eSocial em atraso são sempre geradas para pagamento no mesmo dia.

      Assim você deve gerar no dia que for pagar.

      Responder
  84. Rio de Janeiro

    A orientação do Nolar é: o empregador deve calcular a soma da diferença apurada neste período e incluir na rúbrica específica;

    eSocial3500-Diferença de remuneração mensal.

    Minha pergunta é: devemos fazer isso nas folhas de janeiro e fevereiro? ou no próximo pagamento em março?

    Qual seria o passo a passo para esse pagamento retroativo?

    Obrigado

    Responder
    • Olá Edson,

      Deve entrar na competência de março, basta seguir os passos abaixo;

      Acesse o esocial e clique na aba trabalhador e em “Gestão de Trabalhadores”
      Clique em “Dados Contratuais” > “Alterar Dados Contratuais”
      Defina a “Data de início de vigência da alteração” para 01.01.2017
      Altere a remuneração de acordo (R$ 1.136,53).
      Clique “Salvar” para efetivar as mudanças.

      Acesse o e-social, clique na competência de março, adicione a rubrica “ esocial3500 – Diferença de remuneração mensal”, informe o valor da diferença entre as bases de cálculo dos meses de janeiro e fevereiro (VENCIMENTOS – TOTAL) no referido campo e encerre a folha e emita a DAE e os recibos de pagamento mensal.

      Responder
  85. O SALÁRIO DO FUNCIONÁRIO FOI ALTERADO EM JANEIRO/17 E POR UM ERRO DE SISTEMA A FOLHA DE FEVEREIRO FOI PAGA COM O SALÁRIO ANTIGO.
    Dúvida: Somente esse funcionário tem recolhimento de IR, quando simulo a folha de Março e coloco evento retroativo, os valores de IR, INSS e diferença do salário não confere com o valor final.
    Como é feito esse lançamento? Reabre a folha ou lança na próxima?

    Responder
  86. Olá, contratei minha empregada em 8/2/2017 e até agora só houve o pagamento em março referente a estes dias. Como acertar a diferença do novo piso? Já vai vir calculada na folha de março?

    Responder
    • Olá Gustavo,

      Acesse o esocial e clique na aba trabalhador e em “Gestão de Trabalhadores”
      Clique em “Dados Contratuais” > “Alterar Dados Contratuais”
      Defina a “Data de início de vigência da alteração” para 01.01.2017
      Altere a remuneração de acordo (R$ 1.136,53 – para salário regional RJ)
      Clique “Salvar” para efetivar as mudanças

      Acesse o e-social, clique na competência de março, adicione a rubrica “ esocial3500 – Diferença de remuneração mensal”, informe o valor da diferença entre as bases de cálculo dos meses de janeiro e fevereiro (VENCIMENTOS – TOTAL) no referido campo e encerre a folha e emita a DAE e os recibos de pagamento mensal.

      Responder
  87. Rogério bom dia!
    Não fiz o recolhimento do Esocial das férias ocorrida em abril de 2016. Abri a folha de abril excluo pagamentos efetuados e lanço o valor não pago das férias para geração do DAE, porém qdo vou fazer a exclusão aparece a msg: “A remuneração informada pelo usuário será excluída e as verbas retornarão aos valores calculado automaticamente pelo sistema”.
    Perderá o histórico? Os valores que eu recolhi do salário daquele mês serão estornados?

    Responder
    • Olá José,

      Sim, as bases lançadas serã excluídas e serão lançados novos valores com base no registro do empregado.

      Responder
  88. Ao emitir informes de rendimentos para declaração do IR, foi identificado pelo sistema que a competência 02/2016 estava “”REABERTA – Aguardando Encerramento”. Ao entrar na competência para encerrar não consegui, o sistema emite a seguinte mensagem : “• Para prosseguir com o encerramento, todas as competências vinculadas às datas de pagamentos informadas nas remunerações dos trabalhadores devem estar abertas. Verifique!”. Saberia me dizer como fazer? Obrigada.

    Responder
    • Olá Cáudia,

      Acesse o esocial e reabra as competências posteriores para então encerrá-las novamente a partir de fevereiro/2016.

      Responder
  89. Boa tarde,

    Demiti minha empregada em janeiro/2017. Paguei o mês e as verbas rescisórias em cima do salário antigo de R$ 1052,34. Como faço agora para pagar o retroativo do mês de janeiro e das verbas rescisórias?

    Responder
    • Olá Simone,

      Será necessário efetuar a emissão do TRCT complementar, contendo a diferença entre cada valor rescisório lançado no TRCT, assim como o respectivo recolhimento.

      Responder
  90. oi gente
    gostei muito desse site, parabéns pelo trabalho. 😉

    Responder
  91. Olá gostaria de saber quanto tenho que pagar minha empregada com o novo salário pois ela entrou de férias dia 16 de janeiro e retornou dia 17 de fevereiro tenho que pagar os retroativo de janeiro e fevereiro e das férias também

    Responder
    • Olá Edna,

      Acesse o e-social, clique na competência de março, adicione a rubrica “esocial3500, 3508 e 3509”, informe o valor das diferenças entre as bases de cálculo dos meses de janeiro e fevereiro (VENCIMENTOS – TOTAL) nos referidos campos e encerre a folha, depois emita a DAE e os recibos de pagamento mensal.

      Responder
  92. Não consegui alterar o salário ma minha empregada. Sempre vem essa mensagem “Não foi possível registrar o evento atual pois existe(m) evento(s) cadastrado(s) com data de ocorrência posterior para esse trabalhador. Para que seja possível esse registro, executar os seguintes passos: a) Excluir todos os eventos ocorridos com data posterior ao evento que se pretende informar; b) Fazer o registro do evento conforme pretendido; c) Informar novamente em ordem cronológica os eventos excluídos, se continuarem válidos. Consultar o Manual para obter orientações sobre consulta e exclusão de eventos”, e não consigo identificar qual(ais) eventos anteriores.
    Vcs podem me ajudar nisso

    Responder
    • Olá Daniel,

      Nesse caso será necessário excluir os registros efetuados após a data do reajuste para registra-lo e em seguida refazê-los em ordem cronológica.

      Responder
  93. Bom dia,

    Como faço pra incluir um funcionário no e-social na folha de de 10/2016 ate a folha de 04/2017 e recolher somente desse funcionário. Pois, dos funcionários ja cadastrados ja foram recolhido o imposto (DAE)

    Responder
    • Olá Daniela,

      Cadastre o empregado no esocial, reabra as folhas de pagamento para a sua inclusão e encerre-as.

      Em seguida clique em EDITAR GUIA para informar manualmente os valores dos encargos sobre a remuneração paga no mês para o referido empregado.

      Responder
  94. Bom dia ! Tenho acesso completo ao NOlar estou tendo dificuldades em gerar duas competências atrasadas para pagar a DAE. No NOlar informa que vai gerar automaticamente e que receberei em 24 horas no email mas não recebi qdo acesso pelo E cac aparece um código, o que significa? código que aparece 20170430112353br4qkeietv
    grata

    Responder
    • Olá Verônica,

      Seis dados de acesso podem estar expirados, envie uma solicitação de verificação para suporte@nolar.com.br.

      Responder
  95. Paguei o salario da empregada do mes anterior errado, não corrigido. E agora aonde lanço a diferenca de salario ?

    Responder
    • Olá Anibal,

      Basta lançar o valor da diferença como pagamento retroativo na guia do mês atual.

      Gere seu recibo no NOLAR e clique em inserir pagamento retroativo.

      Responder
  96. Efetuei o pagamento de férias não programadas utilizadas de 02 a 31/05/2017, mas o valor dos encargos devidos deveria ter constado da guia DAE paga em 05/05/2017, juntamente com os do salário pago em abril.
    Como, segundo consta, a lei determina que o valor das férias deve ser pago dois ou três dias antes do início do período de utilização – no caso, nos dias 28 ou 29/abril -, isso não ocorreu e estou tentando prestar a informação devida como competência MAIO. Não estou conseguindo obter uma nova guia que me permita recolher o que faltou no DAE pago no dia 05/052017.

    Responder
    • Olá Alan,

      As férias devem ser registradas no esocial através do link REGISTRAR FÉRIAS no NOLAR.

      Responder
  97. Bom dia! Fiz um cadastro de uma domestica no esocial que entrou em 09/2016 e por isso preciso imprimir suas guias em atraso, mas quando reabro a folha de pagamento e a guia e gerada ela soma automaticamente as outras duas empregadas não me dando o valor somente da que esta em atraso. Como faço para gerar as guias de 09/2016 ate 06/2017?

    Responder
    • Olá Bruna,

      Após encerrar a folha e incluir a nova empregada, clique em EDITAR GUIA, ABATER PAGAMENTOS ANTERIORES, marcar a DAE já recolhida e emitir a DAE complementar.

      Responder
  98. Boa tarde,

    No mês de abril teve o reajuste do valor do salario das domesticas de SP de 1.000,00 para 1.076,20.

    Porem só soube do reajuste agora em junho, como deve fazer para pagar retroativo ? Pois no E-social não consigo colocar a data retroativa na alteração contratual.

    Desde já grata pela atenção!

    Responder
  99. Minha cliente pagou DAEs da mesma competência duas vezes, tem como abater ou solicitar devolução pela Receita e FGTS, cujos procedimentos são muito demorados?

    Responder
  100. Paguei a Guia Esocial de junho sem recolhimento do terço de férias como faço para incluir para a funcionária que já paguei as férias?Porque tenho 2 funcionários cadastrado noEsocial?

    Responder
    • Olá Luciana,

      Registre as férias no esocial e emita uma DAE complementar referente ao mês de gozo das férias.

      Responder
  101. Rogério Boa noite. tenho 03 meses de recolhimento do esocial da minha funcionária domestica em atraso Ela pediu conta e seu ultimo dia de trabalho foi dia 11.07. Ainda não fiz o acerto devido a buscar recolher estes impostos atrasados. vi uma postagem sua referente a impostos atrasados onde vc sugeriu imprimir as DAEs de cada mes mas, no esocial não está aparecendo esta opção, seria somente até o dia 07 de cada mes? obrigada desde já.

    Responder
    • Olá Lucelia,

      Você pode acessar o esocial, clicar na competência desejada e em EMITIR GUIA.

      Pelo NOLAR você acessa sua conta e emite o mês desejado, quando vencidas, as guias já são emitidas com os juros e multas calculados.

      Caso ainda não tenha uma conta no NOLAR, clique aqui.

      Responder
  102. Bom dia sou a Jose.
    No cadastro do empregado doméstico no e social não fiz a atualização do novo salário mínimo, desde Janeiro/2017 estou fazendo o recolhimento do salário antigo, estou tentando acertar isso agora,coloco a diferença e ao clicar em editar a guia para obter o desconto do valor já pago não consigo, pois dá erro no sistema. Existe uma solução para esse problema?

    Responder
    • Olá Jose,

      Acesse o esocial, registre o novo salário, reabra as folhas de pagamento desde janeiro, exclua os valores informados e encerre-as com os novos valores.

      Feito isso, clique em EDITAR GUIA e emita a DAE complementar.

      Responder
  103. Bom dia, o empregador não recolheu o 1/3 de ferias no mês de referencia. Como faço essa correção??? a admissão foi em 2013. O programa calcula o juros e a multa devidos somente do 1/3 no momento da inclusão???

    Responder
    • Olá Cleuton,

      Registre as concessões das férias no esocial, reabra as respectivas folhas de pagamento e emita a DAE complementar para recolhimento.

      Responder
  104. Como calcular diferença salário pago a menor de 01.01.2016 a 31.12.2016, incluindo, os juros, férias, 13º salário e os devidos recolhimentos?
    Grata, no aguardo

    Responder
  105. Falo de Macapá-AP.
    Tenho 3 funcionários doméstico, tive que demitir 1 funcionário em 01/06/2017, aviso trabalhado, coloquei erradamente a data de desligamento 01/06/2017 (correto séria 30/06/2017), em junho foi gerado as guias DAE e pagas. O ex empregado foi dar entrada no seguro desemprego, consta no ministério do trabalho a data de saída 01/06/2017. Fui ajustar a data no esocial, fui obrigado reabrir as folhas de junho e julho para poder reajustar a data no termo de rescisão, no entanto quando fechei as respectivas folhas junho e julho foi gerado novo DAE para pagamento……….
    Fui em editar guia, abater valor, não foi gerado nada……. 1a-Tenho que aguardar 24h para poder gerar a DAE com abatimento ou ir na receita federal?……………. Também em editar guia, vi um ícone gerar DAE………..o valor estava muito alto com relação a diferença…… Não gerei.

    Como faço para gerar guia com a diferença?

    Estou com esse grande problema…….

    Estou precisando de ajuda.

    Responder
    • Olá Jorge,

      O procedimento está correto. Nesse caso deve-se emitir a DAE complementar no link EDITAR GUIA.

      Caso não apareça a DAE recolhida, informe manualmente o número da respectiva guia recolhida.

      Responder
  106. Lancei por 02 anos valor a maior do salário da domestica no esocial tem como efetuar correção?
    ex: lancei no campo de salário o salário + hs. extras.

    Responder
    • Olá Rosangela,

      Sim, a folha de pagamento poderá ser ajustada e registrados os valores corretos.

      Acesse o esocial, reabra a folha de pagamento e refaça os laçamentos nas respectivas rubicas.

      Responder
  107. Lancei as férias da funcionária do mês 10/2017 e depois de paga a contribuição do DAE ela resolveu tirar as férias no Mês de dezembro/2017.
    Abir a folha excluir as férias e lancei normal o salário.
    quando emitir a guia do DAE o valor ficou a maior como abater o valor já pago?

    Responder
    • Olá Cecilia,

      Não há tal opção de compensação de pagamentos anteriores entre competências, somente dentro da mesma competência.

      Nesse caso será necessário solicitar restituição do valor já recolhido.

      Clique aqui para saber como solicitar restituição.

      Responder
  108. Sempre a diferença retroativa do salário da empregada doméstica, obrigatoriamente terá que ser pago numa DAE distinta, ou seja: numa DAE separada do salário do mês?

    Responder
    • Olá Maridalva,

      Não, a diferença retroativa entra com rúbrica específica, dentro da guia mensal.

      Responder
  109. Gerei a guia do mes de janeiro de 2021 sem a alteração do salario. Como faço? Tem como gerar uma guia complementar?

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This

TERMOS E CONDIÇÕES DE USO DO NOLAR

1. ACEITAÇÃO DOS TERMOS E CONDIÇÕES DO SERVIÇO

A IRION - Soluções em Internet LTDA ("Proprietária e desenvolvedora do NOLAR") fornece a você ("Usuário"), diversos Serviços, sujeitos aos Termos abaixo, que podem ser modificados de tempos em tempos pela IRION sem prévio aviso.

Os Termos e condições do Serviço NOLAR, que passaremos a referir como os "Termos do Serviço", poderão ser atualizados ou modificados de tempos em tempos pela IRION e estarão sujeitos ao disposto nas cláusulas abaixo. Constituem parte integrante dos Termos do Serviço: os termos e condições contidos neste documento, a Política de Privacidade do NOLAR e quaisquer regras ou políticas vigentes que possam ser publicadas, de tempos em tempos, pela IRION , aplicáveis a cada um dos Serviços (ou a qualquer outro serviço que venha a ser fornecido pelo NOLAR no futuro). Ao clicar em "Aceito os termos de uso" o Usuário indica que leu e concordou, mesmo que tacitamente, com a versão mais recente dos Termos do Serviço e vinculará automaticamente o Usuário às regras ali contidas.

2. DESCRIÇÃO DO SERVIÇO

Atualmente, o NOLAR fornece aos Usuários previamente cadastrados, acesso a uma variedade de serviços virtuais "on-line", com vistas a promover e desenvolver única e exclusivamente atividades de controle e contratação de empregados domésticos. Nolar é a denominação deste site e de todas as páginas que o constituem, ativadas e colocadas, via internet, à disposição do acesso e interação do público na rede mundial de computadores, World Wide Web, pelo endereço http://app.nolar.com.br , de propriedade e desenvolvido pela IRION - Soluções em Internet LTDA, empresa brasileira devidamente inscrita no CNPJ sob o n. 013.609.272/0001-35. O Usuário está ciente e concorda que o Serviço é fornecido na forma como está disponibilizado e que a IRION não é responsável pela impossibilidade de qualquer comunicação ou acesso do Usuário à "World Wide Web". De forma a bem utilizar o Serviço, o Usuário deve obter, por si, acesso seja diretamente ou através de dispositivos que possam disponibilizar o conteúdo existente na Web, pagando os valores cobrados por seu provedor de acesso, se este for o caso, e providenciando todo o equipamento necessário para efetuar sua conexão à World Wide Web, incluindo computador, modem ou outro dispositivo de acesso.

O Serviço é fornecido apenas conforme e quando estiver disponível.

Grande parte do serviço é disponíbilizado gratuitamente para novos usuários. No entanto, será exclusivo "apenas aos assintantes do plano anual", a visualização e impressão dos recibos e guias de Férias, Décimo Terceiro Salário e Rescisões.

O NOLAR envidará os melhores esforços para assegurar que o Serviço funcione da melhor maneira possível. No entanto, considerando a própria natureza do Serviço, as garantias fornecidas pelo NOLAR são limitadas, conforme descritas na cláusula 9, abaixo. O Usuário entende e concorda que o NOLAR fornecerá uma assistência técnica por e-mail aos assinantes pagantes, através do link "contato" e após o usuário acessar com o seu login e senha. Não será disponibilizado suporte técnico por telefone ou outros meios que não sejam via área de contato após o usuário acessar com o seu login e senha. A utilização do Serviço será de inteiro risco do Usuário, sendo que o NOLAR apenas oferece o suporte técnico com o objetivo de orientar, não cabendo qualquer responsabilidade ou dano que vier a causar no sistema de cada usuário e processos trabalhistas decorrentes.

O NOLAR se reserva o direito de cancelar cadastros sem direito a reembolso de usuários que não sigam as regras descritas neste termo ou que se utilizem de qualquer meio desonesto de acesso e operação do sistema e uso de linguagem imprópria.

O NOLAR se isenta de qualquer culpa sobre causas trabalhistas de seus usuários perante a justiça federal e estadual.

Para garantir o bom funcionamento dos serviços, o NOLAR reserva-se no direito de alterar quaisquer regras de acesso, layout e cálculos, que são exclusivamente virtuais, em busca de um melhor equilíbrio, aprimorando o acesso, caso seja necessário.

3. OBRIGAÇÕES DE REGISTRO DO USUÁRIO

Em consideração à utilização do Serviço, o Usuário concorda em:

(a) fornecer informações verdadeiras, exatas e atuais através formulário específico ("Informações de Cadastro") para acesso ao Serviço, como um e-mail válido e senha, cuja combinação é única entre todos os demais usuários virtuais do site (b) conservar e atualizar imediatamente tais informações de Registro para mantê-las verdadeiras, exatas e atuais. (c) não criar informações de conotação inadequada, através de linguagem abusiva, como palavrões e afirmativas obscenas, preconceituosas, desrespeitosas ou ofensivas.

4. POLITICA DE PRIVACIDADE DO NOLAR

O NOLAR possui uma política rígida sobre a questão da privacidade on-line. As Informações de Cadastro e algumas outras informações sobre o Usuário estão sujeitas somente ao uso do serviço do atendimento do NOLAR, a publicação de opiniões e testemunhos no site e ao uso do próprio Usuário.

5. CONTA DO USUÁRIO, SENHA E SEGURANÇA

No processo de cadastro, o Usuário deverá informar um email e senha, passando a ser integralmente responsável por manter a confidencialidade da senha e desta identificação bem como por todas as atividades que ocorram sob sua senha e/ou identificação. O Usuário concorda em:

(a) notificar imediatamente o NOLAR sobre qualquer uso não autorizado da sua senha ou conta ou qualquer outra quebra de segurança de que tome conhecimento;

(b) sair de sua conta de Usuário ao final de cada sessão e assegurar que esta não seja acessada por terceiros não autorizados.O NOLAR não será responsável por qualquer perda ou dano decorrente do descumprimento do disposto nesta cláusula por parte do Usuário.

6. CONDUTA DO USUÁRIO

O Usuário reconhece e concorda que qualquer informação, ou qualquer outro material , veiculado publicamente ou transmitido através do NOLAR , será de total responsabilidade do Usuário que o forneceu. Isto significa que cada Usuário é integralmente responsável , e nunca o NOLAR, por todo e qualquer conteúdo que seja disponibilizado através do Serviço. O NOLAR não controla e conseqüentemente, não garante a correção, integridade ou qualidade de tal conteúdo.

É VETADO ao Usuário utilizar o Serviço para:

* transmitir, exibir, enviar, ou de qualquer outra forma, disponibilizar qualquer Conteúdo que seja ilegal, incluindo, mas não se limitando, que seja ofensivo à honra, ameaçador, que seja vulgar, obsceno, preconceituoso, racista ou de qualquer forma censurável, através do Serviço;
* violar direitos das crianças e adolescentes;
7. TÉRMINO

O Usuário concorda que o NOLAR poderá cancelar sua senha, sua conta ou parte dela ou a utilização do Serviço, remover ou descartar quaisquer dados, se acreditar que o Usuário esteja violando ou agindo de forma contrária à letra e ao espírito dos Termos do Serviço. O Usuário concorda que o término de seu acesso ao Serviço, por qualquer razão constante deste Termos do Serviço, pode ocorrer sem uma notificação prévia e reconhece e concorda que o NOLAR poderá desativar ou apagar sua conta e todas as informações e dados constantes nesta conta e/ou bloquear o acesso a tais arquivos ou ao Serviço.

O NOLAR reserva-se o direito de remover de sua base de dados qualquer usuário que apresente uma conduta não ética. O NOLAR ressalta que o principal objetivo do site é oferecer controle operacional sobre empregados domésticos para seus usuários e por esse motivo reserva-se o direito de remover do site quaisquer usuário que não estejam de acordo com o objetivo do site sem que caiba qualquer restituição de valores pagos ao mesmo.

8. RESTITUIÇÃO DE VALORES

Por ser um serviço e não um produto, a compra do Acesso ao NOLAR não é reembolsável, ou seja, o NOLAR não devolverá o dinheiro após o pagamento ter sido efetuado.

9. GARANTIA LIMITADA

O Usuário expressamente concorda e está ciente de que: A. O Serviço é utilizado ao inteiro risco do Usuário. O Serviço é fornecido ao Usuário na forma em que está disponível. O NOLAR, em razão das vedações indicadas acima ao Usuário, não oferece garantias outras além das estabelecidas nestes Termos de Serviço. O NOLAR reserva-se o direito de não prestar assistência ou suporte técnico e jurídico aos usuários do serviço de forma conclusiva ou definitiva.

B. O NOLAR não pode garantir que:
(I) determinados serviços à disposição atenderão às necessidades do Usuário;
(II) que o Serviço será prestado de forma ininterrupta, tempestiva, segura ou livre de erros;
(III) que o resultado obtido pelo uso do Serviço será exato ou confiável;
(IV) que a qualidade de qualquer produto, serviço, informações ou outro material adquirido ou obtido pelo Usuário através do Serviço atenderá às expectativas;
(V) que quaisquer erros serão corrigidos;
(VI) que quaisquer erros no sistema causem ações trabalhistas ao Usuário.

C. Qualquer obtenção de material, por meio de download ou outra forma, durante uso do Serviço, é efetuada ao inteiro risco do Usuário e ao seu livre critério, sendo o Usuário integralmente responsável por qualquer prejuízo causado ao sistema do computador pessoal ou pela perda de dados resultantes do download ou por qualquer outra forma de acesso a tais materiais.

10. AVISOS

Qualquer aviso ao Usuário ou ao NOLAR deverá ser feito através de e-mail. O Serviço poderá, também, fornecer avisos sobre modificações nos Termos do Serviço ou qualquer outra informação por meio da exibição de avisos ou links no Serviço ao Usuário.

11. DISPOSIÇÕES GERAIS

Os Termos do Serviço constituem o acordo integral entre o Usuário e o NOLAR e regerão a utilização do Serviço pelo Usuário, substituindo qualquer acordo anterior entre o Usuário e o NOLAR.

Os Termos do Serviço serão regidos exclusivamente pelas leis brasileiras, e quaisquer questões oriundas deste que não puderem ser solucionadas amigavelmente entre o usuário e o NOLAR, caso levadas a Juízo, deverão ser propostas no Foro da Comarca Central do Rio de Janeiro, com expressa renúncia a qualquer outro, por mais privilegiado que seja, ainda que o usuário tenha domicílio em outra localidade.

No que diz respeito a informações de Usuários do NOLAR. localizado sob o endereço eletrônico www.nolar.com.br, ou de qualquer outro País em que esteja estabelecido, há a necessidade de se buscar no ordenamento jurídico brasileiro os meios legais.

POLITICA DE PRIVACIDADE DO NOLAR

1. INFORMAÇÕES DO USUÁRIO

O NOLAR possui uma política rígida sobre a questão da privacidade on-line. As Informações de Cadastro e algumas outras informações sobre o Usuário estão sujeitas somente ao uso do serviço do atendimento do NOLAR, a publicação de opiniões e testemunhos no site e ao uso do próprio Usuário.

Nossa política de privacidade visa assegurar a garantia de que, quaisquer informações relativas aos usuários, não serão fornecidas, publicadas ou comercializadas em quaisquer circunstâncias. O NOLAR obtém informações dos usuários de duas maneiras: Cadastro e Cookies.

CADASTRO

Para usufruir dos benefícios do site e receber o email de avisos, você precisa se cadastrar no NOLAR. Este cadastro é armazenado em um banco de dados protegido e sigiloso. Qualquer comunicação enviada para seu email será através do NOLAR. Seu email não será divulgado.

COOKIES

O NOLAR coleta informações através de cookies (informações enviadas pelo servidor do NOLAR ao computador do usuário, para identificá-lo). Os cookies servem unicamente para controle interno de audiência e de navegação e jamais para controlar, identificar ou rastrear preferências do internauta, exceto quando este desrespeitar alguma regra de segurança ou exercer alguma atividade prejudicial ao bom funcionamento do site, como por exemplo tentativas de hackear o serviço. A aceitação dos cookies pode ser livremente alterada na configuração de seu navegador.

2. SEGURANÇA DOS DADOS E INFORMAÇÕES

Todos os dados pessoais informados ao nosso site são armazenados em um banco de dados reservado e com acesso restrito a alguns funcionários habilitados, que são obrigados, por contrato, a manter a confidencialidade das informações e não utilizá-las inadequadamente.

Favor reportar qualquer violação dos Termos do Serviço ao atendimento do NOLAR enviando um e-mail para nolar@nolar.com.br