INSS DE EMPREGADA DOMÉSTICA

Para calcular os juros do INSS em atraso até 01/10/2015 e efetuar pagamentos das guias GPS:

O empregador deve procurar o INSS para obter uma certidão de tempo de contribuição para identificar os meses em aberto e deve comparecer à Receita Federal do Brasil e solicitar o LDC (Lançamento de Débito Confessado).

Após esse levantamento, deve providenciar o pagamento por meio de GPS ou fazer um parcelamento administrativo diretamente no site da Receita Federal do Brasil.

A partir da competência 10/2015, o INSS não é responsável pelo recolhimento das contribuições de empregada doméstica.

 

Calcular os juros do INSS (a partir de 01/10/2015):

Para calcular os juros do INSS em atraso, o empregador deverá efetuar o processo pelo eSocial, com a geração da Guia DAE - Documento de Arrecadação do eSocial, que unificou os tributos e contém os valores de INSS.

Os juros e multas de pagamentos do INSS em atraso são calculados automaticamente na geração da Guia DAE.

Veja o no link abaixo como cadastrar a sua empregada doméstica no INSS:

Clique aqui para acessar o site da Previdência Social

Para as inscrições realizadas pela internet ou pelo telefone 135, não é necessário enviar qualquer documento ao INSS. Você só precisará informar dados corretamente para gerar o número de inscrição.

Quem já possui número de PIS, PASEP ou NIS, não precisa fazer inscrição, basta usar este número junto à Previdência Social.

Os ministérios da Previdência Social e da Fazenda publicam anualmente, as tabelas de aliquotas do INSS para empregadas domésticas.

Veja a tabela atualizada de alíquotas do INSS de doméstica clicando aqui.

Confira a tabela atual e o histórico.

Se não houver expediente bancário, o prazo será antecipado para o dia útil (bancário) imediatamente anterior ao dia 07. Ou seja, nesse caso na sexta feira.

Sim. O INSS de empregada doméstica é sobre o valor do salário menos as faltas. Ou seja, o INSS de empregada doméstica deve ser considerado sobre os dias efetivamente trabalhados. O NOLAR já prevê esse cálculo de desconto do INSS de empregada doméstica nas guias emitidas.

Sim, o NOLAR já possui a funcionalidade de baixar a guia de recolhimento (DAE) emitida diretamente no e-social, sem a necessidade de acessar o sistema.

Você gera os cálculos, emite recibos e gera a Guia DAE direto pelo NOLAR, de forma simples, segura e rápida.

Para saber como criar seu acesso ao eSocial, clique aqui.

Acesse o NOLAR, cadastre os dados de acesso ao e-social na ficha de cadastro do empregador, gere seus recibos e clique em GUIA DAE no mês desejado. Experimente gerar os recibos e Guias DAE direto pelo NOLAR.

Procure uma das agências do INSS e negocie diretamente o débito pendente. Não utilize intermediários.

Entre em contato pelo telefone 135 e agende atendimento na Previdência Social.
Veja em: Agências INSS

Não existe mais um valor mínimo visto que o INSS de empregada doméstica agora é parte da guia única DAE gerada pelo eSocial. Cadastre-se no NOLAR para integrar sua futura conta ao eSocial e resolver tudo de forma simples e segura.

A partir de outubro de 2015, o recolhimento de todos os encargos foram unificados em uma única guia de pagamento única (DAE – Documento de Arrecadação do eSocial), emitida pelo sistema do e-Social.

A DAE emitida poderá ser recolhida em qualquer agente bancário e/ou agências bancárias.

A GPS agora é parte da guia única DAE gerada pelo eSocial. Cadastre-se no NOLAR para integrar sua futura conta ao eSocial e resolver tudo de forma simples e segura.

Antigamente era possível no entanto, uma mudança no sistema da previdência inviabilizou essa opção. Sugerimos que você procure uma das agências do INSS.

Veja em: Agências INSS